ALOLA! Nada mais perfeito do que janeiro, verão e um REVIEW de Pokémon! Peguem suas mochilas, bonés, pokébolas e vamos embarcar para o arquipélago de Alola e suas fabulosas ilhas onde vivem misteriosas criaturas de bolso e adoram uma sombra e um SUCO fresco.

Vamos embarcar?!

20 anos de franquia, uma nova jornada e novas emoções

Pokémon Sun & Moon foi lançado no dia 18 de novembro de 2016 em comemoração aos vinte anos dessa franquia que abraça fãs e treinadores de todo o mundo, e a expectativa era grande desde que seu antecessor X/Y, revolucionara a franquia trazendo antigos jogadores de volta à ativa, enquanto os novatos mergulhavam nas animações apresentadas em Kalos.

Quando meu Moon chegou, não perdi tempo e já me preparei para começar a aventura e veio uma grande surpresa: o jogo não vai direto para a tela clássica de início, mas inicia como uma história, um episódio zero, onde você, o protagonista, é apresentado para Alola e aos poucos vai conhecendo a tradição do lugar, como geralmente acontece nos jogos de RPG. Eu simplesmente adorei essa abordagem.

Alola consiste em 4 grandes ilhas: Melemele, Akala, Ula’Ula de lá tchan!, Poni e a grande estrutura flutuante Aether Paradise. A aventura começa em Melemele e cabe a você escolher qual Pokémon vai iniciar a aventura:

  • Rowlet a coruja de grama,
  • Litten o gato de fogo e
  • Popplio a foca de água.

Vale lembrar que em nosso TOP SUCO Pokémon iniciais que adoramos, a equipe preferiu o independente Litten… mas eu comecei com o dorminhoco do Rowlet.

Alola – Ilha Poni , Ilha Melemele, Ilha Akala e ilha Ula’Ula (Clique para ampliar)

Desafios e Alola biodiversidade!

Muitas novidades foram apresentadas antes do lançamento, mostrando como seria as mecânicas dentro da nova geração: Alola form & Z-Moves. A pokedéx de Alola coloca mais 80 pokémon para a lista totalizando, um total de 802 monstrinhos de bolso, muitos aparecendo de forma diferente, ou da forma Alola de ser.

Vulpix das montanhas de Gelo e o Raichu surfador de cauda psíquico, são alguns dos pokémon clássicos de Kanto que tem seus tipos e visual modificados. Isso é explicado pela diversidade das ilhas de Alola, nada mais que um conceito de adaptação genética que vemos em Biologia/Ecologia.

Marowak de Alola. Fogo/Fantasma, dançarino das chamas

Dentro da história você descobre que o arquipélago de Alola não tem ginásios… mas temos os desafios – trials que testam suas habilidades e ao termino deles, você é compensado por um “cristal – z”, que permite que um Pokémon equipado tenha um golpe adicional do tipo do cristal como um ataque especial, por exemplo: o cristal Normal chamado de Normalium Z, pode ser utilizado enquanto o Pokémon que o equipa tenha um golpe normal utilize uma versão mais forte.

Durante o jogo você perceberá que o jogo não está fácil como seus antecessores e que como um bom RPG, tem muitos diálogos e referências de toda franquia conforme a trama avança.

Ah referências…

Diferente das hordas de X/Y, agora temos o S.O.S Battle. A qualquer momento o Pokémon selvagem pode chamar um parceiro para briga, fazendo o clássico 2×1 e deixar você e seus pokémon em grandes apuros. Um novo modo de batalha foi introduzido, sendo free for all entre 4 treinadores, porém as batalhas triplas foram removidas.

Um rotom, uma ilha particular e um festival de conteúdo

  • Como em qualquer outro jogo da franquia, você recebe uma pokédex. Em alola você é privilegiado com um rotom na pokédex – mas ele não pode ser utilizado como um Pokémon -, da mesma forma temos pokémon auxiliares como Tauros para montaria e o Charizard para voar entre pontos distintos, já que os HM (Hidden Machines) não existem em Pokémon Sun e Moon, virando golpes ou TM (Technical Machines).
  • O clássico Pokémon Snap dá as caras e volta numa função chamada Poké Finder, uma brincadeira dentro do jogo na qual em alguns lugares específicos você pode tirar fotos e ganhar pontos para melhorar sua câmera.
  • Após uma batalha você pode pressionar o botão Y para cuidar de seu Pokémon, isso faz com que ele fique mais amigável com você (dentro do menu, é o Pokémon Refresh). Posso citar um exemplo: você está andando pela rua, ou num fast-food, vê um QR Code e lembra que Pokémon Sun & Moon tem um leitor de QR que identifica um Pokémon, adicionando informações dos bichinhos e mais: ao conseguir 100 pontos de leitura, você pode procurar um Pokémon atípico da região de Alola como um Totodile…
  • Poké Pelago é um conjunto de ilhas onde seus pokémon armazenados se divertirem, explorarem, treinar, plantar e relaxar. Você coleta pokébeans, os doces que alimentam e elevam a afeição do pokémon, além de acelerar as tarefas do Pelago, como na caça aos tesouros e nas plantações de berry.
  • O Festival Plaza é onde a mágica das batalhas e trocas e outras funções online acontecem. Você ganha tickets para minijogos, além de lojas que vão desde treinar seu Pokémon a vender itens com a moeda do festival. É nesse local que você acessa o Global Link para as missões dentro do jogo.
O paraíso Pokémon eles se divertem e você ganha recompensas

Mil e uma noites na ilha do Sol

Pokémon Sun & Moon apresenta gráficos mais avançados, principalmente com relação a perspectivas e que chama muito atenção como momentos em terceira pessoa, profundidade e aproximação da tela além das ambientações: altitude e nuvens, efeitos de gota d’água em cavernas e vento nos gramados além de uma bela trilha sonora que relaxa o jogador ao longo das ilhas.

Mas algo que incomoda é a queda de processamento e rendimento em alguns lugares dentro do jogo e nas batalhas. Os cenários durante os combates são bem detalhados – bem como as animações e dos golpes – mas tem horas que a ‘travadinha’ acontece até mesmo quando um S.O.S é acionado ou um Z-move é executado. Esse mesmo problema ocorre na Battle Royal e até a atualização recente tinha golpes que fazia o link battle parar de funcionar e assim o jogador perder a batalha. Tudo culpa do Team Skull os vilões dessa geração.

“Tá até esquentando o 3ds, brow” – Skull Grunt Soket

Ao fim da jornada e deixando aquele gostinho de quem ainda não jogou o novo dos monstrinhos de bolso, Pokémon Sun & Mon é um dos jogos mais desafiadores da franquia e não há arrependimentos. Com a benção de Arceus será umas das experiências mais gratificantes.

Com toda a evolução apresentada, o futuro de Pokémon ainda brilha com uma Alola bem construída, enredo envolvente e os menus estão mais limpos do que o ORAS que deixou bem confortável de explorar e interagir.

Pokémon Sun & Moon mostra que o 3Ds chegou no seu limite para a franquia com as quedas de processamento constantes e quem sabe agora com o Switch recém lançado, não agrega novos horizonte e ilhas?!

E com isso Alola para todas, que minha aventura Pokémon só está começando!!!!

Ele já começou ;D