Mudanças no Método de Ensino na Prefeitura de Hiroshima

Anúncio

A prefeitura de Hiroshima abrirá um Internato de Bacharelado Internacional na próxima primavera japonesa, uma ação rara feita pelo governo local que espera ajudar a mudar a visão do estilo passivo da educação japonesa.

O governo tem o objetivo de criar novos líderes para o futuro e vai inaugurar a Hiroshima Global Academy (HiGA), que oferecerá programas de bacharelado internacional para estudantes que estão nos últimos 2 últimos anos do ensino médio com foco em particular na ensino da língua inglesa. Diferente de outros programas de bacharelado internacional, este será gratuito para a maioria dos alunos.

hiroshima

Rie Hirakawa, superintendente da Secretária de Educação da Prefeitura de Hiroshima, disse que abrir esta escola faz parte do esforço da prefeitura de se libertar dos métodos de ensino convencionais do país.

Os professores de Hiroshima estão tentando mudar o método de ensino em todas as fases da escola, mas é muito difícil fazer uma mudança tão drástica repentinamente nas instituições existentes, portanto, a abertura da escola de bacharelado será mais um passo nessa direção.

O bacharelado internacional é um programa reconhecido em mais de 140 países e promove um ensino ativo, com pensamento criterioso e que conta com a iniciativa dos estudantes.

Anúncio

Os estudantes poderão ter uma experiência parecida com estudar fora, mas sem sair do Japão e aprendendo inglês, o que os possibilita estudar em universidade de fora. O programa visa atrair jovens interessados nesse tipo de educação, e como a escola será praticamente gratuita, vai atrair estudantes de todo o país e de fora, independentemente de sua situação econômica.

Enquanto programas de bacharelado internacional nas escolas privadas podem custar milhões de ienes, a HiGa cobrará uma taxa de inscrição de 9.900 ienes de famílias com renda anual de 9,5 milhões de ienes. Já a mensalidade e o quarto custarão 40 mil ienes por mês. Além disso, os estudantes não precisam do inglês para entrar na instituição.

Nos três primeiros anos, antes da escola começar a admitir estudantes estrangeiros, a maioria das matérias serão ensinadas em japonês, como matemática, estudos sociais e ciências. Mas outras matérias, como artes e educação física, serão extracurriculares e ministradas em inglês.

Um dos maiores desafios do programa é em relação ao treinamento de professores o suficiente para atender a demanda desse estilo único de educação. Alguns professores japoneses já estão sendo enviados para o exterior para o treinamento, enquanto a escola também planeja contratar professores estrangeiros que também serão treinados.

A escola será construída em Osakikamijima, perto do remoto Mar Interior de Seto.

Anúncio