Harukana Receive lançou no dia 6 de julho, na Temporada de Verão 2018, o que combinou bem com a temática do anime. Está completo na Crunchyroll, com 12 episódios no total.

O estúdio que cuidou do anime foi o C2C, mas não possui outros trabalhos grandes. Mas superou as expectativas quanto a animação, já que ficou tudo muito bem animado e bastante fluido até o final. E o diretor é o Kubooka Toshiyuki, que já trabalhou em Beck e Berserk.

Harukana é baseado em um mangá de vôlei de praia, slice of life e ecchi. Está lançando desde 2015 e é escrito e desenhado pelo Nyoi Jizai, que só possui esse mangá até o momento. É serializado na revista seinen Manga Time Kirara Forward, que conta também com Gakkougurash! e Yuru Camp.

Harukana Receive
Harukana Receive (Pôster Divulgação)

A garota que vai morar com a avó

O anime começa mostrando a principal, Oozora Haruka, uma garota alta que vai morar com a avó e a prima, que é mais baixinha, em Okinawa. Lá ela encontra duas garotas, Tachibana Ayasa e Tooi Narumi, que estão se preparando para jogar uma partida de vôlei na praia.

Quando sua prima, Higa Kanata, chega, Haruka insiste em jogar uma partida com essas duas garotas. E assim Haruka descobre mais sobre o esporte e descobre que sua prima jogava antigamente.

Só que Haruka pega o gosto pelo vôlei e decide que quer jogar mais. Sua prima Kanata havia parado de jogar e não tinha vontade de voltar, mas Haruka consegue convencê-la. Durante a história elas conhecem e ficam amigas das irmãs Thomas, Claire e Emily, que são excelentes personagens.

Basicamente a história é sobre o avanço de Haruka no vôlei e sobre a Kanata se encontrando novamente no esporte e voltando a jogar. As duas se completam de alguma forma, de maneira em que uma incentiva a outra a prosseguir.

Harukana Receive
Harukana Receive (Pôster Divulgação)

Ritmo e Direcionamento

Mas nem tudo são flores. O anime é bem parado e não consegue empolgar muito nas partidas e nem em outras situações. A única partida que deu certa emoção foi a última que aconteceu no anime, mas ainda assim foi fraca.

No começo o ecchi não incomodava, mas começou a ser grande parte do anime nos próximos episódios. Então já fica o aviso para quem não curte ecchi. Por mais que seja aceitável algumas coisas, já que são mulheres jogando vôlei de praia, ficou bem forçado (como a maioria dos ecchi). O interessante seria um anime de esportes de garotas que focasse menos em seus corpos e mais na história (como no caso Hanebado), e esse anime não conseguiu fazer isso.

Parece que a obra quer deixar um certo drama envolvendo as personagens, mas no anime ficou bem raso, querendo forçar uma empatia que não funcionou (pelo menos não comigo). Além de algumas histórias serem bem fracas, sem emoção alguma. Se tirassem essas partes, acredito que funcionaria melhor.

Progressão de Personagens

Ao longo da obra, há a introdução das adversárias das protagonistas. É legal mostrar isso, mas nesse anime não funcionou tão bem. Todo momento parecia forçado demais para criar uma empatia, o que incomodou bastante. As personagens principais são menos interessantes que as coadjuvantes. Sem as irmãs Thomas, o anime ficaria bem pior.

A progressão dos personagens também deixou a desejar. Tudo pareceu muito rápido e milagroso. Eu entendo que o anime é curto, mas acho que poderia ter sido trabalhado melhor essa questão, no final principalmente. É compreensível ter terminado assim, mas foi rápido demais. Se fosse o oposto teria sido mais interessante, porque o gostinho de “quero mais” iria ser maior.

Harukana Receive
Harukana Receive (Pôster Divulgação)

Pontos Positivos

Mas o anime possui alguns pontos positivos, como a animação bem feita e algumas personagens interessantes. Além de trazer um esporte um pouco incomum no universo dos animes, e por possuir protagonistas femininas.

Tanto a abertura quanto o encerramento são cantados pelas seiyuus do anime. A abertura “FLY two BLUE” é performada pela Yuuki Kana (Haruka) e pela Miyashita Saki (Kanata). A música é bem calminha, mas não é marcante, e a abertura segue o mesmo estilo.

O encerramento “Wish me luck!!!!” é cantado por essas duas seiyuus e mais duas, Tanezaki Atsumi (Claire) e Suegara Rie (Emily). É outra música básica, e a animação é toda feita como se fosse um desenho em um caderno.

De um modo geral, é um anime para quando não tem nada mais interessante para assistir. Dá para passar um tempo, mas não tem uma trama que vai te segurar, até porque é um slice.

Quem não se importa com ecchi está liberado para assistir. Por serem só mulheres, algumas situações chatas de animes ecchi não estão presentes, mas ainda assim é cansativo. Mas não é uma total perda de tempo.

ASSISTA AGORA NA CRUNCHYROLL