Chainsaw Man capa estúdio mappa
Imagem Divulgação
Anúncio

O estúdio MAPPA divulgou um projeto muito interessante para a animação de Chainsaw Man. A iniciativa tem como centro recrutar novos talentos da animação para atuar ao lado do diretor Ryuu Nakayama – inclusive, a ideia veio do próprio diretor.

O “Projeto Conjunto de Treinamento de Novo Animador Ryu Nakayama x MAPPA” vai atrás de animadores de todo o Japão. Os escolhidos serão parte de uma equipe de treinamento liderada pelo próprio Nakayama. Dependendo de como se saírem, poderão ser contratados pelo estúdio.

[Recrutamento]
Desta vez, começaremos a recrutar funcionários com o “Projeto Conjunto de Treinamento de Novo Animador Ryu Nakayama x MAPPA”.
A página inicial está sendo atualizada, portanto, verifique os detalhes abaixo.

Essa não é a primeira vez que algo assim acontece. Anteriormente, o mesmo diretor aproveitou uma postagem do estúdio MAPPA para convidar artistas digitais a enviarem suas candidaturas para trabalhar com eles. A parte mais legal é que o diretor faz questão de enfatizar que não é necessário qualquer experiência na área.

Então imagina só: você é um estudante ou recém-formado e sonha em trabalhar com animação. DE REPENTE um estúdio com produções tão pomposas e bem feitas abre vagas sem necessidade de experiência. Demais, né?

A ideia de Nakayama vai bem mais além do projeto de Chainsaw Man. A ideia dele é poder contar com um equipe fixa para trabalhar, também, em projetos futuros. Assim, o diretor pediu para que aqueles que desejam trabalhar só com o projeto de Chainsaw Man cheguem ao estúdio como freelancers.

Anúncio

…Se você é um artista digital jovem e motivado e está interessado em trabalhar aqui, vamos trabalhar juntos! Também estamos procurando estudantes, recém-formados e pessoas inexperientes para se juntarem a nós assim que estivermos prontos. Você pode ver mais detalhes a partir do URL no link.

Estúdio MAPPA e as polêmicas trabalhistas

Não podemos deixar de destacar como essa iniciativa é interessante, principalmente em uma indústria que vinha recebendo tantas críticas referentes a relações de empresa e funcionário. Recentemente, o estúdio teve que lidar com acusações de más condições trabalhistas, principalmente por parte de funcionários freelancers e terceirizados.

As acusações eram, em geral, sobre as exaustivas rotinas de trabalho e aos pagamentos que não eram distribuídos de maneira justa. O estúdio se pronunciou e esclareceu grande parte das acusações como “mal-entendidos” e que trabalharia para melhorar o ambiente de trabalho.

Iniciativas como a de Nakayama podem melhorar um pouco o ambiente interno do estúdio. O desenvolvimento de novos talentos e equipes fixas de produção podem estimular o desenvolvimento conjunto dos funcionários e construir um ambiente mais saudável, desde que o estúdio se comprometa a não arriscar ter jornadas de trabalho excessivas ou gerar condições insalubres de trabalho.

Anúncio