Escuridão, de David Small, é o mais novo lançamento da Darkside Books

Anúncio

Depois do reconhecimento internacional com a graphic novel autobiográfica Cicatrizes  (2009), e de um hiato de quase uma década, o premiado quadrinista David Small agora  apresenta uma obra ficcional. Um caleidoscópio selvagem, com uso brutal dos recursos  gráficos, Escuridão é um tour-de-force literário que aborda a brutalidade da adolescência  na década de 1950, evocando clássicos como O Senhor das Moscas e O Apanhador no  Campo de Centeio, numa atmosfera densa que remete à pintura de Egon Schiele e aos  filmes de Alfred Hitchcock, Roman Polanski e Ingmar Bergman. 

Após ser abandonado pela mãe, o garoto Russell Pruitt, de treze anos, muda-se com seu pai  para a ensolarada Califórnia, aonde vão em busca de um sonho. No entanto, repentinamente  forçado a tomar conta de si mesmo, Russell luta para sobreviver em Marshfield, uma  cidade em decadência, aterrorizada por um assassino de animais e por um bando de  garotos malvados que o persegue. Resgatado de seu pai alcóolatra pelo casal de imigrantes  chineses Wen e Jian Mah, Russell tenta se virar enquanto enfrenta os demônios internos  dos primeiros anos da adolescência. 

Embora se passe na década de 1950, a história aborda temas que continuam pertinentes na  terceira década do século xxi, como masculinidade tóxica, bullying, homofobia, alcoolismo,  imigração, e, de modo geral, a relação do indivíduo com o próximo, com aqueles que vivem  de modo diferente. Como afirma Rachel Cook em resenha ao Guardian, “Escuridão é uma  obra de ficção, mas assim como Cicatrizes [a ser republicado pela DarkSide® Books em  2022], seu principal assunto é a falta de voz: nem Russell, nem o pai, nem qualquer um dos  homens ou garotos que eles conhecem é completamente capaz de verbalizar suas emoções,  uma peculiariedade que trará graves consequências para todos eles”. 

David Small passou anos reescrevendo a história, e, insatisfeito com o visual do quadrinho,  chegou a redesenhar à mão as mais de 400 páginas, até que ficassem como ele imaginava.  O resultado é uma obra tensa e melancólica, com muitos ângulos inusitados e longas  sequências silenciosas, que ficou entre os vencedores do Alex Awards, da American Library  Association, e foi indicado pelo Boston Globe como um dos melhores livros de 2018.  Diferente de qualquer quadrinho dos últimos tempos, Escuridão é uma densa e tocante  reinterpretação dos chamados “nostálgicos” anos 1950.

escuridão
Imagem Divulgação

Ficha Técnica 

Título | Escuridão
Autor | David Small
Tradutor | Bruno Dorigatti
Editora | DarkSide®
Edição | 1a
Idioma | Português
Especificações | 16 x 23 cm, 416 páginas, capa dura

COMPRE AGORA

Anúncio

Complete sua coleção de caveiras em 24h com 24% de desconto na compra dos quadrinhos em pré-venda e nos livros da seleção DarkSide Graphic Novel *. O mês especial de Halloween repleto de mimos começa agora. Viva a experiência Dark! Promo válida por 24 horas para todos os quadrinhos em pré-venda e para todo o catálogo de HQ’s, até 10h do dia 15.09.2021.


David Small iniciou a carreira como ilustrador em publicações como New Yorker, New York TimesWashington Post, Esquire e Playboy. É autor e artista de vários livros para crianças, traduzidos para  diversas línguas, adaptados para animações e musicais e ganhadores dos principais prêmios para  ilustração, como a Caldecott Medal em 2001, dois Caldecott Honor Awards, a medalha de ouro da  Society for Illustrations e a Christopher Medal por duas vezes. Em 2009, a carreira de Small teve  uma dramática reviravolta com a publicação de suas memórias em quadrinhos, Cicatrizes, que se  tornou um best-seller do New York Times, finalista do National Book Award e recebeu o Alex Award  da American Library Association, traduzido para dez línguas e publicado no Brasil pela Barba Negra  em 2010. Small e a esposa, a escritora Sarah Stewart, fizeram de um palacete construído em 1833 a  sua casa, em uma curva do rio St. Joseph, em Michigan. 

Anúncio