Anúncio

Exatos 19 anos após sua estreia como anime em janeiro de 2000, a continuação de Boogiepop Phantom, Boogiepop wa Warawanai, começou bem, , que estreou nesta Temporada de Inverno 2019.

A nova produção do estúdio Madhouse mantém elementos preciosos do original, como seu jogo de imagens e sua maneira peculiar de contar sua história.

Enquanto que os eventos de Boogiepop Phantom tomaram grandes proporções, aparentemente o mistério de Boogiepop Warawanai envolvem uma ameaça escondida num colégio.

O Primeiro Amigo de Boogiepop

Alunas da Academia Shinyo começam a desaparecer, uma após a outra. Esses sumiços começam a causar fofocas e lendas urbanas de uma tal de Boogiepop que seria a responsável por esses desaparecimentos.

Quando Miyashita Touka falta a um encontro no final de semana e depois começa a faltar às aulas, seu amigo, XXX começa a se preocupar com a possibilidade dela ter sido mais uma vítima. Ao seguir um vulto que apareceu no terraço da escola, XXX se depara com Touka. Mas ela está diferente. Sua roupa é estranha e mesmo sua personalidade parecem diferente. Ao contrário do que o rapaz pensava, ele não estava encarando a responsável pelos sumiços das garotas. Sim, ela se apresentava como Boogiepop, mas sua presença servia justamente o propósito de conter o mal naquela escola.

Enquanto XXX passou a ter o hábito de conversar com essa pessoa misteriosa que tomava a forma de Touka, pela primeira vez Boogiepop interage com alguém diretamente. Quando a ameaça é eliminada, ela se alegra por aquelas conversas e desaparece quando volta a paz, apesar dos protestos do rapaz, que ao voltar reencontra sua amiga, Miyashita Touka, dessa vez do jeito como sempre a havia conhecido.

Anúncio
Boogiepop wa Warawanai
Boogiepop wa Warawanai (Image

Uma história contada como um Origami

Boogiepop anuncia no final do primeiro episódio que a ameaça na escola havia sido eliminada. Mas em nenhum momento é mostrado como ou por quem. A continuação dessa trama passa, de episódio a episódio, de um personagem para outro. Boogiepop Warawanai, assim como seu antecessor, parte de uma perspectiva para outra, sendo sua trama como um origami, que para atingir a forma desejada precisa antes ter sua folha dobrada, desdobrada e dobrada de novo para enfim.

Às vezes é uma personagem que não apareceu por mais de um minuto naquele episódio; e no episódio seguinte, lá está ela com sua perspectiva e seu envolvimento, direto ou indireto, no centro daquele episódio. Esse estilo narrativo foi um dos maiores atrativos de Boogiepop, saber quem seria o foco da vez.

Boogiepop wa Warawanai
Boogiepop wa Warawanai (Imagem Divulgação)

Talvez um anime mais de mistério que de suspense

É possível que eu esteja arriscando um saudosismo estético aqui, mas mesmo Boogiepop Warawanai prometendo ter uma trama acima da média em comparação a outros animes que tentam ter um mistério mas que terminam com conclusões horrorosas e potenciais desperdiçados (é o caso de Dorei-ku The Animation), seu uso excessivo de alto contraste na animação mata o suspense que poderia ser passado como a animação mais escurecida de Boogiepop Phantom conseguia passar muito bem no início dos 2000.

Seja como for, o anime ainda está começando. E escolhas estéticas à parte, Boogiepop Warawanai possui uma animação digna da qualidade do estúdio Madhouse. Não há garantias que tudo no final desse mistério fique esclarecido, é bom que seja avisado; mas independente de seu enredo acabar sendo compreensível ou incompreensível, este poder ser um caso de “o trajeto valeu mais do que a chegada”.

O anime é belo e merece uma chance. As expectativas nestes primeiros episódios foram muito bem atendidas e Boogiepop Warawanai continua prometendo ser um dos melhores animes desta temporada.

Anúncio