Anúncio

Alice no País das Maravilhas é uma das histórias infantis mais conhecidas do mundo. A trama da jovem que acaba seguindo o coelho branco e cai em um mundo misterioso cheio de personagens fantasiosos já foi alvo de diferentes adaptações, sejam elas de filmes, desenhos animados, peças de teatro, musicais, quadrinhos e mangás.

Como uma fã da história original, e de várias outras adaptações, eu logo me interessei por Alice in Kyoto Forest, o novo título da TokyoPop que foi lançado dia 22 de dezembro de 2021.

A trama tem como protagonista Alice, uma órfã que viveu toda a sua infância – e boa parte da adolescência – na casa de seus tios. Entretanto, seu tio é um homem abusivo e violento, dessa forma, Alice (com 15 anos) decide retornar para Kyoto, sua cidade natal, a fim de perseguir o sonho de se tornar uma Maiko (aprendiz de gueixa). Chegando lá ela percebe que há algo muito estranho… Nada é como ela se lembra, e a cidade parece ter viajado no tempo. Ainda decidida a permanecer lá, Alice precisa aprender a lidar com as diferenças e sobreviver nesse novo mundo.

Como eu disse, Alice no País das Maravilhas já foi adaptado de diferentes maneiras para diferentes plataformas, e eu sou particularmente fã das tramas que conseguem ir além do comum, explorando mundos diferentes e oferecendo roteiros mais criativos. Alice in Kyoto Forest é uma dessas histórias. O mangá que possui uma arte muito cativante se apropria da história de Alice em um novo mundo, mas todas as tramas que se desenvolvem a partir dessa premissa vão além do conto original, optando por um caminho mais divertido e elaborado.

A opção por usar como cenário Kyoto (ou Kyoto Forest) é interessante pois podemos ser apresentados a diversos eventos, fatos, e personagens característicos da cidade e da cultura japonesa. O próprio desejo inicial de Alice, de se tornar uma Maiko, é algo que nos aproxima de uma realidade muito distante a nossa. Apesar de hoje em dia as gueixas serem mais raras, as mesmas ainda estão presentes, e esse é um tipo de mundo que sabemos pouquíssimo a respeito no Brasil.

A fantasia extrapola a realidade logo no princípio e se prepare para encontrar todo tipo de personagem maluco, o que também da um ar divertido a trama. Mesmo assim, a comédia não é gênero principal, a trama é um drama leve de fantasia, que conta com um traço delicado e romântico.

Anúncio
Alice in Kyoto Forest
Imagem Divulgação

Alice in Kyoto Forest já conta com dois volumes disponíveis para aquisição na TokyoPop, no idioma inglês.

Anúncio