Anúncio

Desde o final de agosto, a cidade de São Paulo vem tomada pelas emoções dos emoji em 60 obras espalhadas por toda a metrópole, fruto da Happy Art Parade, um movimento de arte urbana com patrocínio do Ministério da Cultura e da Colgate.

Com origem no Japão, os emoji, ou “carinhas felizes” servirão de tela para os artistas mostrarem suas interpretações e releituras. O SUCO esteve no coquetel de lançamento no Instituto Tomie Ohtake, onde conhecemos diversos artistas e obras, estas que ainda não haviam sido espalhadas pela cidade.

Good Vibes

O SUCO conversou com duas artistas, sendo Aline Pascholati que participou com a obra “Good Vibes”, inspirada em sua série “Explosões”, na qual explorou os sentimentos e humores inconscientes, “nessa série, eu jogo a tinta com bastante força do centro em direção as extremidades, criando assim texturas bem legais, e a tela fica na horizontal, no chão. A execução é bem rápida e, no caso da ‘Good Vibes’, levei somente um dia para conclui-la.”

aline pascholati good vibes happy art parade 2018
Aline Pascholati e sua obra “Good Vibes” para a Happy Art Parade 2018 

Questionada sobre participar da Happy Art Parade, Aline que apoia este tipo de exposição que leva a arte para as ruas, completa: “assim fica mais fácil o público se aproximar das obras sem precisar ir até um museu ou galeria, o que sabemos que não é todo mundo que acaba fazendo. Além disso, é muito legal participar de uma mostra que propõe obras alegres que animam o dia de quem as encontra.”

INSTAGRAM DA ALINE PASCHOLATI

Imaginário

Também conhecemos o trabalho de Érica Morais, que já participou de outros eventos de arte urbana, como a CowParade, Elephant Parade, Football Parade, entre outras. Questionada sobre o impacto de uma exposição deste tipo: “Eu acho demais qualquer exposição de arte urbana pelo fato de trazer algo inusitado para a cidade, já que muitas vezes as pessoas só descobrem quando a exposição já está acontecendo e é muito legal a interação delas com as obras. Também acho o maior desafio para os artistas é criar um projeto no papel de forma que quando a escultura for para a rua ela cause algum impacto na vida das pessoas, seja na intenção de sensibilizar, de divertir ou de gerar alguma crítica.”

Anúncio
erica morais imaginario happy art parade 2018
Érica Morais e sua obra “Imaginário” para a Happy Art Parade

Já o processo de criação de “Imaginário”, Érica teve a intenção de retratar a beleza dos sonhos pensando na pergunta “o que te traz felicidade?”. Ela ainda completa que “cada pessoa pode responder essa pergunta de uma forma, como um filme que se gosta, o universo, o mar, o perfume de uma flor, enfim, são infinitas possibilidades.”

INSTAGRAM DA ÉRICA MORAIS

GALERIA

Anúncio