Talvez um dos lançamentos de terror mais esperados no ano, A Freira (The Nun) é mais um spin-off da franquia Invocação do Mal, que já teve dois longas estrelando os protagonistas Ed e Lorraine Warren, e outro spin-off com a famosa boneca amaldiçoada Anabelle.

A freira é um longa que retrata eventos anteriores aos primeiros filmes de Invocação do Mal. Nele, acompanharemos a missão de uma noviça e um Padre que precisam descobrir o que aconteceu em um centenário convento localizado na Romênia, onde uma jovem freira acaba de se suicidar.

O filme Invocação do Mal 2 nos apresentou a dois dos próximos vilões da saga: o demônio Valak e o Homem Torto. A freira, nome popular dado ao demônio, foi o que mais causou calafrios no público. A figura horripilante, interpretada por Bonnie Aarons, despertou a curiosidade – e os pesadelos – de muitos, que criaram altas expectativas com o filme, este prometendo ser “O capitulo mais assustador do Universo Conjuring (Invocação do Mal)”.

A Freira
A Freira (Imagem Divulgação)

É bom?

Apesar de já ser considerado um sucesso de bilheteria, com 131 milhões de dólares arrecadados em sua estreia, o filme acaba decepcionando e passando longe das altas expectativas criadas pelos sucessos anteriores. Apesar de atuações bem feitas, trilha sonora intensa, cenários detalhados e um bom nível de jumpscares, A Freira acaba caindo no esquecimento com um roteiro fraco, cheio de furos, excesso de alívio cômico e queda do nível nos atos.

Os primeiros 30 minutos são intensos, misteriosos e arrepiantes, criando um clima de tensão que se esvazia e se perde com o resto do filme, tornando a experiência rasa e pouco impactante. Ao sair do filme a sensação que dá é que acabamos de ver um episódio de Scooby-Doo, algo mais similar a uma aventura sobrenatural do que – de fato – um “terror sobrenatural gótico”.

Embalado a vácuo na mesma receita de filmes de terror norte-americanos, pode ser que aqueles que não tenham ido esperando muito até mesmo se divirtam, e tenham uma experiência melhor, mas nem de longe A Freira supera seus antecessores ou faz um marco no gênero, uma pena, considerando um vilão tão assustador e que prometia muito.

A Freira
A Freira (Imagem Divulgação)

Curiosidades

A protagonista do filme, a freira Irene, interpretada por Thaissa Farmiga é irmã mais nova de Vera Farmiga, responsável por interpretar a Lorraine Warren em Invocação do Mal!
Antes de iniciarem as filmagens a produção foi abençoada por um padre ortodoxo no castelo onde gravaram as cenas. O responsável pela cerimônia foi o Padre Cosmim.

O filme foi gravado na Romênia, porém, sendo proibido a filmagem dentro de igrejas, toda a cena da igreja da abadia de Santa Carta foi construída pela própria produção dentro do estúdio.

A Freira
A Freira (Imagem Divulgação)

Continuação

Em agosto de 2017, mais de um ano antes de sua estreia, Jame Wan – produtor da franquia – deu uma entrevista em que falava a respeito da continuação de A Freira. Em sua fala, ele afirmou que já sabia onde a história de A Freira e A Freira 2 se encachariam dentro do universo de Invocação do Mal.

Apesar da crítica negativa, os altos números da estreia podem garantir uma redenção ao longa que deixou o roteiro em aberto. O produtor já provou que acredita em seus vilões, investindo em uma sequência de Anabelle, mesmo que o primeiro longa tenha sido sofrível. Só nos basta esperar para ver.