Anúncio

Vampiro no Jardim é uma produção original do WIT Studios, e a sua primeira temporada chegou na Netflix com 5 episódios. A direção é de Ryotarou Makihara (Hal), com assistência de Hiroyuki Tanaka (Claymore).

A trama se passa em um mundo onde vampiros e humanos coexistem em guerra, numa terra chamada de Paraíso. A história foca em duas personagens principais Momo, que é humana, filha da general que comanda o exército e, Fine, que é uma rainha vampira, que após uma perda uma pessoa que amava abdicou de sua natureza e recusa-se a se alimentar de humanos. Ambas cansadas do caos da guerra entre as suas espécies, num encontro improvável no campo de batalha acabam ficando juntas.

A história de Vampiro no Jardim pode ser inovadora? Não vejo como. Eu achei a premissa da série bem interessante primeiro momento, mas não tenho vontade de terminar a primeira temporada, pois não vejo nada demais que possa acontecer agora.

Mesmo sabendo pela sinopse que elas sairão em uma busca pelo Paraíso, onde vampiros e humanos possam ter existido em paz, esse é o tipo de anime que parece ter uma história mal desenvolvida com um final decepcionante.

Sinopse: Em um mundo onde os seres humanos perderam o seu lugar na superfície da Terra. Após anos de guerra contra uma raça de vampiros, os humanos ficaram renegados às sombras. Em decorrência da guerra, os poucos sobreviventes decidiram construir uma parede de luz em uma cidadezinha, na tentativa de se proteger e, quem sabe, expandir a sobrevivência da espécie. Apesar da clara rivalidade entre as duas raças, acompanhamos uma dupla improvável de protagonistas, Momo e Fine. Momo deseja conquistar a paz para que os humanos possam conviver com vampiros. Ela embarca em uma missão para encontrar a Rainha Vampira Fine, uma figura que acredita já ter tido afeição por seres humanos no passado. Quando elas se conhecem, as duas partem em busca de um possível paraíso, onde vampiros e humanos possam ter convivido milhares de anos antes.

Anúncio

ASSISTA AGORA NA NETFLIX

Anúncio