japao painel solar olimpiadas

O governo anunciou um plano de instalar painéis solares abaixo da superfície de algumas ruas em Tóquio, como parte da campanha de tornar a cidade mais ecologicamente correta. A mudança é, em parte, motivada pelas Olimpíadas e Paraolimpíadas de 2020.

Alguns painéis solares já foram instalados perto de uma Seven-Eleven como teste em Sagamihara, na Prefeitura de Kanagawa. A tecnologia só foi apresentada em maio, mas o gerente da loja de conveniência afirmou que já valeu a pena. O sistema de painéis solares nas ruas pode gerar 16.145 quilowatts-hora de eletricidade por ano, abrangendo cerca de 9% da eletricidade que a loja consome.

O Japão decidiu continuar que a instalação das ruas com painéis solares será responsabilidade do governo e vai focar mais em estacionamento. Quanto maior a superfície, mais eletricidade será produzida, justificando assim os gastos. É importante que as ruas comecem a gerar energia elétrica mais rápido, já que a instalação dos painéis ainda é muito cara.

O sistema funciona da seguinte forma: os painéis solares são instalados debaixo da rua e são cobertos por uma resina especial que ajuda na sua durabilidade mesmo durante o tráfego intenso.

O governo japonês espera que o financiamento até o ano das olimpíadas torne o sistema mais popular, fazendo com que o plano se expanda por todo o país.

Este é apenas um dos projetos sustentáveis de Tóquio para as Olimpíadas, que também considera introduzir pisos geradores de energia, que funcionam com o movimento em sua superfície, onde cada passa pode iluminar cerca de 300 a 400 LEDs.

As obras devem começar no ano fiscal de 2019 e o processo será intensivo.