Anúncio

No rol de estreia da Crunchyroll para essa Temporada de Inverno 2020, vem aí a história de um Golem e uma criança perdida. Somali and The Forest Spirit se passa num mundo fantasioso, com vários tipos de monstros habitando uma terra onde humanos foram caçados e deixados à beira da extinção. O que esperar?

GUARDIÃO DA NATUREZA

Depois de marcar fama fazendo vozes sedutoras para o surto de fãs de yaoi em Kuroshitsuji (Sebastian) e vozes mal encaradas para quem está sempre fulo da vida em Jojo e Iruma-kun (Jotaro e Callego), Daisuke Ono interpreta um golem mecanicamente sereno. Aliás, não um golem; um Golem, pois ele não tem nenhum nome e seu diferencial está no seu papel como guardião da floresta.

Nesse mundo, golems são responsáveis por manter a ordem natural das coisas. O ciclo da vida de cada espécie, cada planta, a cadeia alimentar, tudo isso eles observam e guardam durante mil anos até que eles voltem à mesma floresta de onde vieram. Ou seja, quando eles morrem.

A rotina ascética desse Golem é interrompida quando ele encontra no meio da floresta, uma menina fraca e acorrentada, cuja primeira reação ao vê-lo é chama-lo de “pai”.

“Eu te pergunto: você é meu pai?” (um quadro bem parecido com o encontro icônico de Shirou e Arturia em Fate)

HUMANOS EXTINTOS?

Após esse encontro, o primeiro episódio avança no tempo. A menina está melhor de saúde e demonstra um grande afeto pelo golem que ela passou a considerar seu pai. Com certeza os futuros episódios irão costurar esse vão temporal. O que o primeiro episódio se propõe, antes, é explicar a história desse mundo.

Em Somali and The Forest Spirit, humanos e monstros passaram a conviver depois de eras vivendo separados, ignorantes quanto a existência um do outro. Por causa da arrogância humana, essa convivência passou de conflituosa para abertamente violenta, até chegar numa guerra entre as duas espécies. Os humanos são derrotados, submetidos e postos quase à extinção.

Depois de séculos guardando a floresta, o encontro com Somali faz o golem sair de sua rotina e procurar por humanos que talvez conheçam essa menina. O porquê disso ainda é uma incógnita. E tudo isso enquanto ele a disfarça como uma minotauro, para evitar o apetite de outros monstros sobre a criança. Esse é o começo da história dos dois.

BELO DE SE VER

O estúdio Satelight conseguiu passar um belíssimo primeiro episódio. O anime combina a imensidão da natureza de Somali and the Forest Spirit com uma trilha sonora bem composta para fazer dele uma das maiores recomendações para esse início de temporada.

Ver essa estreia levanta nossa curiosidade. O que o encontro com Somali fez mudar na vida de um golem quase milenar? Haverão monstros no meio do caminho menos hostis à humana? O disfarce dela conseguirá ficar intacto por muito tempo? Poderá um ser tão bem programado começar a criar emoções e criar um novo propósito pra si?

São perguntas que acompanharão estas semanas futuras.

ASSISTA AGORA NA CRUNCHYROLL