Anúncio

Diretamente de uma sociedade futurística, Sakugan promete te levar em aventuras pouco convencionais em um ambiente inóspito e inexplorado. O anime, que assim como tantos outros teve sua estreia adiada para 2021 devido à pandemia da COVID-19, foi produzido pelo Estúdio Satelight (Fairy Tail), dirigido por Jun’ichi Wada e originalmente escrito por Nekotarou Inui.

A história, também chamada de Sacks&Guns, se passa num futuro distante, onde os humanos vivem em cidades subterrâneas superlotadas. Neste mundo, uma das atividades menos prestigiadas é a de garimpo, feito com máquinas de alta tecnologia pelos “Workers”, enquanto os “Markers” têm o trabalho mais lucrativo: explorar o Labirinto, nome do vasto mundo subterrâneo onde vivem.

Sakugan Poster
Imagem Divulgação: Crunchyroll

O Laço Pai e Filha

A introdução de Sakugan nos apresenta Memempu, uma garota super esperta e engenhosa de apenas 9 anos que – pasmem – já terminou a faculdade. Apesar do primeiro episódio não ter maiores explicações a respeito disso, considerando a reação dos personagens e o estilo de vida da população, esse fato não parece ser algo extraordinário.

Então vamos lá, Memempu, a graduada de 9 anos, está fugindo e tentando capturar um homem que rapidamente descobrimos ser seu pai, Gagumber.

As relações familiares ocupam um lugar de muito prestígio nos animes (para o bem ou para o mal) e Sakugan não fica de fora desse padrão. A dinâmica entre os dois parece meio infantil no começo, mas logo se torna gostosa de ver. Ambos trocam provocações e discutem frequentemente, mas é perceptível o respeito e companheirismo que nutrem pelo outro.

Como a maioria dos pais, Gagumber sente orgulho da inteligência de sua filha, mas a proíbe de seguir seu sonho de se tornar uma Marker e abandonar seu posto como Worker, com o discurso determinista que você é aquilo que é, e nada poderá mudar.  No entanto, já conhecemos esse plot de cor e salteado, e assim Memempu mostra que foge dos padrões, tendo a coragem necessária para explorar o Labirinto.

Anúncio

Labirinto: Um lugar perigoso e cheio de mistérios

Acho que uma das coisas que mais me intrigou na trama foi o universo, para além dos personagens e das suas relações. Um futuro distante onde os humanos precisam viver debaixo do solo, protegidos por algo que parece ser uma cúpula que representa o dia e a noite como conhecemos.

Afinal, por que eles vivem em baixo da terra? Que tipo de tecnologia mantém a suposta cúpula? Como serão as outras colônias, serão tão pobres e atulhadas como Pin-in, a colônia natal da nossa protagonista? Quais mistérios, perigos e monstros espreitam para além dos limites da terra conhecida?

São tantos questionamentos, talvez alguns que nem mesmo serão respondidas ao longo da trama (o que seria uma pena), mas é esta curiosidade atiçada no expectador que torna possível o laço com Memempu e sua vontade de explorar o desconhecido. Afinal, nada como um ambiente inóspito e morte à espreita para prender a atenção de um otaku, não é verdade?

Humor com toques de dor e sofrimento

É isso que o anime parece nos prometer, junto com muita ação. O primeiro episódio teve em sua maioria um ritmo leve, com o tradicional chamado para aventura sendo negado e recheado de alívio cômico, até que, aparentemente do nada, isso é interrompido. Particularmente, eu adoro uma tragédia, então os últimos minutos me fizeram prender a respiração e grudar na cadeira numa mistura de choque e empolgação.

Espero que o Sakugan continue com essa intensidade equilibrada com a leveza da relação entre pai e filha. Com certeza ação, tecnologia e monstros bizarros não irão faltar, então resta ver se a construção dos personagens junto de suas motivações e relações serão tão sólidas quanto.

Sakugan – Trailer Oficial

Confira a estreia mundial de Sakugan na Virtual Crunchyroll Expo, evento realizado online nos dias 5 a 7 de agosto.

Anúncio