Anúncio

Hoje nós vamos apresentar o NU’EST, um boygroup que está batalhando há mais de 5 anos e agora começa a ver os resultados de tanto trabalho duro.

Confira também: MATILDA – K-pop, cor e diversão | Suco Apresenta

Que o mercado de música coreano é gigante, nós já sabemos. Todos os anos centenas de novos grupos são lançados e se manter no topo, ou pelo menos consolidar uma carreira de sucesso, é algo que poucos desses grupos conseguem.

nuest
NU’EST (Imagem Divulgação)

New Established Style and Tempo

O NU’EST, acrônimo para New Established Style and Tempo (o que significa que foram estabelecidos como um novo padrão de estilo e ritmo), debutou em março de 2012, sendo o primeiro grupo masculino da empresa Pledis, conhecida por grupos de grande sucesso como After School, Seventeen e o mais recente: Pristin.

Antes de debutar, os membros Aron, JR, Baekho, Minhyun e Ren já faziam participações em videoclipes e músicas de outros artistas da gravadora, e chegaram a se apresentar com o nome de Pledis Boys.

O single de estréia, Face, tem um ritmo contagiante e fala sobre o bullying sofrido principalmente pelos adolescentes em fase escolar, um tema muito sério e que vive em pauta no Brasil e na Coréia. Teve uma ótima recepção e ainda é um dos videoclipes dos meninos com mais visualizações.

Anúncio

Jornada Difícil

A história do NU’EST é cheia de altos e baixos. O debut foi um sucesso e alguns singles chegaram a ultrapassar a marca das 200.000 vendas dentro da Coréia (sem contar as vendas para o resto do mundo). Eles venceram prêmios como o de Super Grupo Rookie (Grupo Iniciante) e de Grupo com Maior Potencial.

Fizeram turnês pela América e chegaram a visitar o Brasil duas vezes, onde se apaixonaram pelo churrasco, por guaraná e pelos fãs, que os receberam com todo aquele amor que a gente sabe que os fãs brasileiros têm.

Mas ao longo dos anos, as vendas e visualizações de cada single foi caindo. Love Paint, último single de 2016, alcançou apenas 30.000 vendas, sendo que outros singles venderam menos ainda.

Os fãs que continuaram a acompanhar e torcer pelos meninos culparam a própria Pledis. Alegam que não souberam investir na carreira deles e que mudaram muito o conceito do grupo fazendo com que ele se perdesse.

Passaram a produzir apenas músicas mais lentas, que não aproveitavam todo o potencial dos meninos. E os deixaram de lado enquanto investiam nos grupos mais novos.

A Reviravolta

Após o fracasso nas vendas, o grupo foi desmanchado e os membros voltaram ao status de trainees, sem garantias de que voltariam a lançar novos trabalhos.

A última tentativa de sucesso veio com a inscrição de 4 dos 5 membros na segunda temporada do reality musical Produce 101, programa de competição entre trainees de diferentes agências que lança um grupo com membros escolhidos por voto popular.

Muitos dos espectadores consideraram injusta a participação deles que têm tantos anos de carreira, competindo contra jovens que ainda nem foram lançados. Mas a humildade com que se comportaram no programa, o desejo de melhorar, o talento e o carisma dos meninos falaram mais alto.

E pouco a pouco a popularidade deles começou a subir. E subiu de tal forma que um deles (Minhyun) venceu o programa e debutou no grupo Wanna One, onde ficará até o final de 2018.

nuest
NU’EST (Imagem Divulgação)

Relançamento

Enquanto ele não volta, a Pledis relançou os demais integrantes com o nome NU’EST W. O “W” vem de “waiting” (esperando) e simboliza a esperada volta do quinto membro. E se antes sobravam cadeiras vazias nos shows e fanmeetings do grupo, agora falta espaço para os milhares de fãs que aparecem.

Enquanto eles ainda estavam no programa, os singles antigos voltaram a aparecer nas paradas coreanas. E o EP “W,HERE” que acaba de ser lançado (AQUI), trouxe recordes e conquistas incríveis para o boygroup. E o reconhecimento que eles tanto lutaram para ter.

nuest
NU’EST (Imagem Divulgação)

O álbum alcançou a marca de 200.000 vendas na primeira semana. Essa marca só foi atingida antes pelos grupos EXO, BTS e Wanna One, e nunca foi atingida por uma Sub-Unit antes. Ou seja, eles oficialmente entraram para a primeira classe do k-pop.

Além disso, alcançaram pela primeira vez o 1° lugar na votação do público em programas de TV musicais e foram indicados para o prêmio de Melhor Grupo Masculino no MAMA 2017, importante premiação da indústria do k-pop, equivalente ao VMA americano.

Agora é comemorar muito, torcer por eles e continuar acompanhando os próximos trabalhos do NU’EST.

Anúncio