Quem acompanhou a nova animação do Hunter x Hunter feita pelo glorioso estúdio Madhouse, já sabe bem sobre sua qualidade. No filme não foi diferente.

Hunter x Hunter: Phantom Rouge tem uma animação de excelente qualidade e uma trilha sonora que dá gosto de ouvir!

O passado de Kurapika

Sobre a história, ela foi baseada em um manuscrito feito pelo próprio Yoshihiro Togashi que estava sendo feito para o arco ‘Yorknew City’, então não temos furos no enredo e isso é muito bom! Contando com mais detalhes:

O filme mostra muitas partes de Kurapika na sua extinta vila, trechos que eu particularmente gostei muito. Boa parte do seu passado é focado em seu amigo Pairo,  uma criança cega que partilhava do mesmo sonho de Kurapika: Conhecer o mundo além da vila.

Pairo ajuda Kurapika a completar seu teste, ganhando o direito de sair da vila para explorar o mundo a fora. Kurapika tem como meta encontrar um médico que possa curar a doença de Pairo mas, logo quando parte em sua jornada, seu clã é destruído pelo grupo Phantom Troupe. Assim começa o desejo de Kurapika por vingança.

Nos dias atuais

Avançando para os dias atuais, vemos Kurapika tendo os olhos roubados por alguém muito conhecido por ele (já deu para sacar essa né?) e sendo salvo por Gon, Killua e Leorio.

Outro personagem que ter uma participação bem legal no filme é Killua, mostrando diálogos importantes com seu irmão Illumi, fazendo o mesmo duvidar se merece ter a amizade de Gon.

Essa “dúvida” é bem explorada no filme quando Gon conhece uma garoto chamado Retz (um criador de marionetes), outro personagem muito importante para a trama, mas já já eu volto a falar dele. Voltando ao roubo dos olhos… Agora com a equipe completa, os quatro amigos decidem investigar e recuperar os olhos de Kurapika e acabam dividindo suas tarefas.

Leorio fica responsável por cuidar de Kurapika no hospital durante sua recuperação, Gon e Killua partem para procurar o lugar onde os olhos do Kurapika estão mostrando… sim… ele consegue ver com os olhos em outra pessoa.

Durante a noite no hospital, Kurapika e Leorio recebem a visita de Hisoka, que acaba contando que o responsável pelo roubos dos olhos é o antigo numero 4 da Phantom Troupe (Hisoka é o atual).

O vilão do filme

Paralelo a isso, Gon e Killua se dividem para procurar o local. Gon, como eu citei acima, encontra Retz que acaba dando uma força na busca. Retz tem o sonho de ser o melhor criador de marionetes do mundo (Gon encontra ele fazendo uma apresentação na rua), e diz estar viajando para melhorar suas técnicas e um dia superar seu irmão.

Logo de cara, Killua desconfia de Retz, mas os 3 acabam ficando juntos. Durante a noite, Gon Killua e Retz são atacados por antigos membros (já mortos) da Phantom Troupe. Depois da batalha (não quero dar detalhes aqui para não estragar a surpresa), eles conhecem o antigo ‘número 4’, seu nome é Omokage e este é o vilão do filme.

Trama direta 

A trama é simples e direta, mas combina muito com o universo da série. Outra parte que foi bem explorada foi a amizade de Gon e Killua, achei esse também um dos pontos fortes do filme.

A batalha final também é legal, não é muito longa, mas vale a pena, é muito massa ver os quatro amigos lutando juntos. Não tenho dúvidas de que vai agradar qualquer fã da série.

Aproveitando, é fundamental estar acompanhando o mangá ou assistindo a nova série para manjar dos paranauês do filme o/

Apenas um pensamento: Só eu acho que o universo de Hunter x Hunter parece bem inspirado em JRPGs, principalmente Dragon Quest? Deixando claro que isso é positivo!