Gamers Brasileiros já somam 74,5% da População segundo estudo

gamers brasileiros aumento
Imagem divulgação
Anúncio

Foi divulgada a Pesquisa Game Brasil (PGB) 2022, uma referência para análise do mercado de jogos eletrônicos no país. Em primeiro lugar, esse estudo é tão importante que seus dados constam em praticamente toda a análise que tenta entender as particularidades dos brasileiros dentro do ambiente dos jogos.

Entre os dados divulgados alguns valem a pena ser comentados e interpretados:

A atenção aos games não diminuiu com redução do distanciamento social

Uma das dúvidas dos analistas era, se com as restrições da pandemia diminuindo, e até mesmo o começo da reabertura dos lugares, igualmente isso não faria o tempo gasto com games também cair.

A PGB 2022 aponta que não aconteceu uma debandada do mundo digital, assim mesmo com o avanço na vacinação dos brasileiros e a reabertura de polos tradicionais de entretenimento, como shoppings, parques e shows os jogadores continuam presentes online.

O levantamento realizado pelo Sioux Group e Go Gamers em parceria com Blend New Research e ESPM ouviu 13.051 pessoas entre fevereiro e março. Como resultado, temos que três em cada quatro brasileiros jogam games.

Um crescimento de 2,5 pontos porcentuais em relação à pesquisa anterior e uma marca histórica. Hoje, 74,5% da população do país diz jogar games.

Anúncio

Os eSports estão cada vez mais populares e acompanhados

eSports
Imperial Sports

A pesquisa também aponta o crescimento do conhecimento e do interesse sobre os esportes eletrônicos, os eSports.

A PGB desse ano apresentou um crescimento de 32,8% em relação a do ano passado de pessoas que conhecem esse tipo de modalidade. Sendo agora um total de 81,2%.

O público que não apenas conhece, mas também declara acompanhar os times de eSports em torneios e campeonatos são 63,2%. Incluindo plataformas de lives e canais do YouTube, bem como redes sociais que fazem a cobertura desses eventos e todo o universo que gira em torno deles.

O brasileiro não joga só para matar o tempo, mas para se divertir: 76,5% dos gamers dizem que os games são sua principal forma de entretenimento. Esse número apresenta um aumento progressivo: eram 57,1% em 2020 e 68% em 2021. É a consolidação do game na rotina das pessoas, pontua Guilherme Camargo, sócio do Sioux Group e professor na pós-graduação da ESPM.

Anúncio