Fukumenkei Noise (Anonymous Noise) é um dos mais novos animes lançados, baseado na série de mangá de mesmo título, a história é um mix de romance, música e drama.

Confira também: Atom: The Beginning | Primeiro Gole

O enredo se desenvolve a partir da protagonista Nino – ou Arisu – que possuía o costume de cantar sempre com seu vizinho Momo, principalmente quando seus pais brigavam. A cantoria deu lugar a uma amizade, e a um amor, porém, tão logo Nino percebe que está apaixonada, Momo desaparece.

Encontros e Desencontros

Ele e sua família se mudam sem deixar pistas nem qualquer tipo de recado. Arrasada a protagonista continua vivendo sua vida não sabendo como lidar com a separação, e então conhece Yuzu, um jovem que escreve músicas na areia. Os dois se aproximam e – mais uma vez – Nino possuí uma amizade baseada na música que os dois compartilham, e outra vez seu amigo desparece, na maior repetição de acontecimentos infelizes Nino se vê sozinha, e transforma sua canção em uma maneira (e desejo) de tentar encontrar os dois garotos que fizeram parte de sua vida: seu primeiro amor, e seu amigo de música.

O mangá até agora consiste em cerca de 40 capítulos, e assim como pode ser percebido pela sinopse ele é… complicado. O enredo se constrói na ideia dos encontros e desencontros que podem ser feitos através da música. O desenvolvimento é rápido, não há muitos trâmites, e parece que tudo que pode ser feito como evento facilitador acontece, ou seja, se a Arisu conseguiu ser atingida por um raio e perder os dois amigos do nada, o próprio destino encarregou de enfiar eles na vida dela tão breve possível.

Fukumenkei Noise (Capa Divulgação)

Eventos Abstratos

Se meu lado amante de romances agradece por mais uma obra do gênero, meu lado crítico também grita enquanto eu leio Fukumenkei Noise. Eu sempre espero que histórias que se passem no mundo “real” sejam o mais realista possíveis, e isso passa longe nesse mangá.

Ele é formado por eventos atrás de eventos que são desencadeados sempre na hora certa da forma mais abstrata possível, tudo converge de uma forma muito ficcional e inverossímil, não há espaço para se encontrar com a protagonista ou com as outras personagens, a história é bacana, mas é difícil se aproximar e ser tocada pelos eventos que são todos jogados um em cima do outro.

Sobre a construção das personagens

Fukumenkei Noise me lembra aqueles livros infanto-juvenis acelerados em que o autor promove todas as chances para os personagens, não dando espaço para construção ou amadurecimento, todos os problemas são solucionados em algumas páginas, oportunidades acontecem uma atrás da outra, tudo é favorável.

Apesar de toda a minha criticidade a história tem seu valor, o traço é bonito, há um grupo de personagens principais que são carismáticos e o tema musical sempre é um fator a ser adicionado na receita.

O mangá ainda está em lançamento, mas eu não acredito que a história irá se alongar muito, de qualquer forma, merece o acompanhamento só pela curiosidade de como os fatos vão se desenrolar.