fortnite apple google play
Anúncio

O jogo Fortnite, battle royale desenvolvido pela Epic Games, foi retirado da Apple Store e da Google Play Store. A desenvolvedora do jogo já havia se mostrado contra a taxa de 30% que as grandes empresas cobravam das transações realizadas in-game e, em tentativa de contrariar a taxa, criaram um sistema de compra de V-Bucks (moeda virtual) que funcionava através de pagamento direto entre o comprador e o desenvolvedor.

Os jogadores teriam duas opções de pagamento, uma delas seria através da Apple Store e da Google play, e a outra, através da Epic Games – que seria 20% mais barato. Em reação ao confronto direto, as duas plataformas retiraram o game de suas lojas, alegando que havia uma quebra de normas referentes ao uso de suas plataformas.

Em relação ao conflito, a Epic Games lançou uma campanha nas redes sociais representada pela #FreeFortnite, em protesto direto ao monopólio estabelecido pelas grandes empresas (Apple e Google).

A desenvolvedora do Fortnite ainda pediu a colaboração dos jogadores na missão de “impedir que 2020 se tornasse 1984”, fazendo referência direta ao livro de George Orwell,”1984”, que conta a história de um homem que vive em um mundo dominado pelo Estado em que tudo é controlado e observado pelo “Grande Irmão” – que além de ser um ditador de poderes ilimitados na obra de Orwell, é também uma expressão para descrever excessos de controle, vigilância ou violação de privacidade de grandes instituições. Você pode assistir ao vídeo que iniciou esse protesto abaixo.

No presente momento a “briga” entre a Apple, o Google e a Epic Games ainda não se resolveu e o jogo continua indisponível para as plataformas IOS e Android.