A série do Gloob, Detetives do Prédio Azul passou por uma adaptação para os cinemas a qual agraciou a todos os fãs, e para aqueles que não conheciam a série ou nunca a assistiu, teve uma bela surpresa ao que foi assistido, um filme divertido e leve que agrada a todas as idades.

Já a sequência Detetives do Prédio Azul 2 – O Mistério Italiano, quebra um tabu no cinema nacional o qual quase aconteceu com Tropa de Elite – originando uma franquia – ao mesmo tempo que é um grande marco, também é um ponto fraco, pois todos sabemos qual é o grande defeito de um filme ao se tornar uma franquia.

detetives do predio azul 2

Diversão a gente vê por aqui!

Sem surpresas, lembrando o primeiro filme e muito mais a série, temos o mesmo nível de diversão infantil e tramas de suspense e mistério simplistas que provavelmente continuará a agradar aos fãs, mas dessa vez apenas os grandes defensores de DPA estarão maravilhados com o filme.

Toda a dinâmica do desenvolvimento da trama se mostra bagunçada e atropelada, parecendo um caminhão sem freio ladeira abaixo, e quando termina a ladeira, se vê a conclusão da catástrofe. DPA 2 não é um filme catastrófico e nem fadado ao fracasso, porém se mostra nítido a mediocridade de um desenvolvimento de trama, e os gigantes buracos de roteiro que te fazem cair em uma profunda imensidão de monotonia e irritação, a sequência de DPA pode facilmente afastar o público adulto, e até os que não conhecem DPA.

detetives do predio azul 2

Essência DPA?

A essência do que é o velho DPA se perde muito em tela, pode-se ver o mesmo clubinho de crianças desvendando os mistérios, se envolvendo em encrencas e sempre conseguindo concluir a aventura de forma positiva.

Dessa vez temos um arco de magia e bruxaria mais presente do que o normal, um jogo de pirotecnia e efeitos visuais bem mais explorados, isso tirou o que é DPA, e levar a série para a Itália foi necessária só por causa de cenário, o que ficou ótimo, aliás isso é algo que têm que ser defendido, esse filme possui uma fotografia linda e um figurino maravilhoso, pena que ficou nisso.

O elenco têm as suas surpresas, primeiramente a substituição da atriz que faz a personagem Leocárdia, Claudia Netto que assume o lugar de Tamara Taxman; isso vale para quem não assiste a série, pois a nova atriz já está presente no Gloob

Os holofotes ficaram direcionados para os irmãos Mínima e Máximo Buongusto, como irmã Mínima, a atriz Fabiana Karla é carismática e fofa mesmo sendo uma vilã, até se esquece que ela precisa ser derrotada. A própria atriz disse em coletiva que em sua inspiração imaginou-se na antiga vilã de Matilda, Agatha Trunchbull!

O produtor Sandi Adamiu e a diretora Vivianne Jundi confirmaram uma enorme surpresa na coletiva de imprensa: DPA têm tudo para ter mais de uma sequência, podendo se tornar uma franquia, sem falar que esse filme ficará em cartaz durante todo o mês de janeiro. Um ponto positivo para o cinema nacional, mas um alerta para franquias que se perdem em suas incontáveis sequências.

detetives do predio azul 2
SAO PAULO CADERNO 2 PREDIO AZUL CADERNO 2/ CINEMA Cena do filme Detetives do Prédio Azul 2 – O Mistério Italiano, de Vivianne Jundi, na Itália
FOTO TEODORO RIPA

Aventurando-se em novas terras

Os amantes da turma de DPA podem se considerar agraciados com um novo filme, e podem até gostar do que será assistido, se aventurar em novas terras fora do Brasil, porém não há desculpa para a fraqueza de desenvolvimento de roteiro e algumas falhas irritantes que podem ofuscar o que era para ser um bom blockbuster e o marco de uma franquia nacional nos cinemas.