Anúncio

Demon Slayer, ou Kimetsu no Yaiba no original, é uma das novas transmissões da Crunchyroll para esta Temporada de Primavera 2019.

Se qualquer um que tenha visto o trailer se impressionou pela altíssima qualidade de animação, não se surpreenda, pois vindo de quem vem, já não causa mais surpresa.

O anime é animado pelo estúdio ufotable, o mesmo estúdio que produziu Fate Zero, Fate Unlimited Blade Works e que lançou esse ano o segundo filme da trilogia Heaven’s Feel. Com Demon Slayer, ficou ainda mais evidente que o ufotable (com a produção do Aniplex) é uma espécie de Rei Midas entre os estúdios de anime: tudo o que toca, vira ouro.

demon slayer
Demon Slayer (Imagem Divulgação)

EM MEIO A DEMÔNIOS, DE NOVO

Pessoalmente falando, o gênero histórico nunca me cansa. Me esbaldei com Angolmois, com We Rent Tsukumogami (a ponto de escrever sobre ambos aqui), estou muitíssimo satisfeito com Dororo e um pouco mais de youkai na vida não faz mal a ninguém.

A menos é claro que você seja parente do jovem Tanjirou, nesse caso chega fazer mal à própria vida. Em Demon Slayer, acompanhamos a saga de um jovem garoto que se obrigou a amadurecer precocemente para poder sustentar a família. Numa dessas viagens rumo à cidade para ganhar o pão de cada dia, Tanjirou encontra sua família brutalmente assassinada, salvo pela sua irmã, Nezuko.

Mas Nezuko não sai totalmente ilesa, pois ela acaba virando um monstro e um monstro faminto por carne humana. E nesse mundo, onde monstros aterrorizam pessoas pela terra, caçadores vagam eliminando-os e garantindo a segurança ameaçada. Mesmo assim Tanjirou não desiste de proteger a sua irmã. Ao mesmo tempo, Nezuko não se apressou em abandonar todo o resquício de humanidade que lhe resta e resiste aos seus novos instintos. A jornada dos dois se baseia nessa determinação em preservar o último laço familiar de uma família destruída por um destino cruel.

demon slayer
Demon Slayer (Imagem Divulgação)

UM TIME DE GIGANTES

Pelo primeiro episódio, já percebemos que o anime não vai rende apenas como uma grande produção, mas também com enredo. Mesmo sendo um garoto sem nada de excepcional, salvo um olfato extremamente aguçado, Tanjirou surpreendeu na sua tentativa desesperada de salvar a irmã, a ação saindo mais bem pensada do que qualquer um poderia esperar. Se esse for o padrão das batalhas a seguir, podemos esperar um ótimo anime de ação, senão um dos melhores da temporada!

Afinal de contas, não se trata apenas da mesma produtora dos animes de Fate, como Demon Slayer conta com Hikaru Kondou na produção e direção sonora e Haruo Sotozaki como diretor, ambos que anteriormente exerceram as mesmas funções em todas as adaptações de Fate pela Aniplex. E na dublagem, Tanjirou é dublado por Natsuki Hanae (Sieg de Fate Apocrypha e Kousei de Your Lie in April) e Nezuko é dublada por Akari Kito (Kaho Hinata de Blend S e Noa Himesaka de Wataten).

Dito isso tudo, Demon Slayer é uma recomendação quase que obrigatória e talvez quase redundante. É muito difícil que esse anime seja ignorado, dada a sua boa recepção pelo público desde o primeiro episódio. Quem ainda não acompanhou, acompanhe. E quem já está acompanhando, aguarde conosco até nossa Review!

ASSISTA AGORA NA CRUNCHYROLL