Anúncio

Nunca ouviu falar dessa obra prima de sucesso? Ou, quem sabe, já até escutou mas não sabe se é tudo o que dizem. Para sanar suas dúvidas, apresentar ou relembrar, vamos de Suco ApresentaDeath Note!

Confira também: Death Note: Light Up The New World | Review

Death Note e sua história

Já imaginou se deparar com um caderno que basta escrever o nome da pessoa para que ela morra? Macabro, né? Pois então, assim é a trama que gira em torno de Death Note, o caderno da morte.

O estudante modelo, Light Yagami, encontra por acaso com essa peça sombria. Em meio a curiosidade e indignação, ele decide testar se o poder do caderno é verídico. Eis que, após comprovar sua eficiência, Light passa a eliminar criminosos em nome da justiça, almejando criar um mundo pacífico.

O caderno em si tem algumas restrições, no entanto, inteligente como é, o estudante logo aprende a manejar a situação. Ah, sim. E ele também ganha um shinigami de estimação! Bem, não necessariamente. O death note pertencia originalmente ao deus da morte que deixou ele cair no mundo dos humanos, e então deve acompanhar o dono atual do mesmo.

© Tsugumi Ohba, Takeshi Obata/Shueisha

O shinigami em questão se chama Ryuk e adora maçãs – sim, com todos os simbolismos implícitos, o que a série tem de sobra. Ryuk passa a acompanhar Light em sua jornada a fim de presenciar o desenrolar dela – e, de sobra, entreter-se com ela. Interessante mencionar que Ryuk é unilateral, ou seja, não está “do lado” de Light ou de ninguém. Tal fato gera comentários e pontuações deveras interessantes para a obra.

Seguindo no enredo, à medida que a população passa a ter consciência das misteriosas mortes de criminosos, cria-se o rumor de uma entidade por trás delas. Kira, do inglês killer, é o nome que atribuem ao suposto justiceiro. A partir de então Light entra cada vez mais no papel de ser esse justiceiro, uma espécie de deus do novo mundo.

Assim, entram em cena o famoso detetive L, que está determinado a descobrir a identidade de Kira e dar um basta a seus atos. A trama então se intensifica e gira em torno dessa batalha entre gênios. Ademais, vemos a polícia japonesa entrando em cena e outros personagens-chave tais como Misa Amane, Near e Mello também tem sua contribuição de peso.

O Mangá

No Japão, o mangá de Takeshi Obata (arte) e Tsugumi Ohba (roteiro) foi lançado na revista Weekly Shonen Jump de janeiro de 2003 a maio de 2006, posteriormente sendo compilado em 12 volumes tankobon e lançado pela editora Shueisha.

Aqui no Brasil foi lançado pela editora JBC também em 12 volumes e um décimo terceiro volume especial com informações da série. Também há a versão de colecionadores, denominada Black Edition, que compila a obra em 6 volumes.

Death Note Black Edition, lançada pela Editora JBC

 

O Anime

A animação foi lançada no mesmo ano de término da série, de outubro de 2006 a junho de 2007. Ela possui 37 episódios e foi produzida pelo estúdio Madhouse, sob a direção de Tetsuro Araki, que também dirigiu animes como High School of Death, Guilty Crown e o renomado Shingeki no Kyojin. Vale lembrar que o anime está disponível na Netfllix!

Também possui duas OVAs, uma denominada “Death Note: Relight: Visions of a God”, que é uma edição especial de 3 horas com cortes do diretor incluso, e um segundo especial chamado “Death Note: Relight 2: L’s Successors”.

Capa do primeiro DVD do anime de Death Note

Live Actions

Death Note tem quatro filmes até o momento e um quinto sendo produzido pela Netflix, que deve estrear ainda esse mês dia 25. (Não deixe de conferir!)

Eles se chamam:

O primeiro e o segundo são adaptações diretas do mangá, enquanto o quarto – que saiu nos cinemas pela Sato Co. – seria uma continuação que se passaria anos depois. (Confira nossos reviews sobre os filmes, nos links acima!) O terceiro filme é adaptado de uma das novels da série, apresentando uma história alternativa com L como foco central e o que teria se passado em seus 23 últimos dias de vida. (Também é outro que vale a pena conferir!)

Cartaz do quarto filme em live action de Death Note, distribuído no Brasil pela Sato Company

Obra de sucesso

Death Note é uma série bem completa, cheio de tramas, suspense e mistério. Seu conteúdo, claro, não deve ser subestimado nem levado de forma leviana. A história e os personagens nos trazem questionamentos profundos e eloquentes, valendo a reflexão após cada capítulo lido ou episódio-filme assistido. Mais que um Suco Apresenta, essa é um Suco Recomenda! E com cinco estrelinhas!

E aí? Já conhecia a série? Senão, o que achou do nosso artigo? Compartilha com a gente :]