mic cantora

Após 111 anos de imigração japonesa, o Brasil abriga a maior comunidade nikkei do mundo, com quase 2 milhões de descendentes de japoneses. Desse modo, o povo brasileiro se acostumou cedo ao som das músicas nipônicas o que se intensificou com a chegada dos desenhos animados, mangás e dos super-heróis japoneses como Jaspion, Jiban e Jiraya. Entretanto, diferentemente do mercado japonês onde o público de fato consome os produtos dos artistas, através da compra de cd’s, dvd’s, camisetas ou ingressos para shows, no Brasil isso sempre foi uma barreira pois o público tende a preferir o consumo gratuito através da internet, o que inviabiliza qualquer tipo de investimento das gravadoras na promoção desses artistas por aqui, mas isso está prestes a mudar.

E o motivo dessa mudança, é que no ano de 2018 o mercado fonográfico brasileiro cresceu acima da média mundial, consolidando uma tendência de crescimento nos últimos anos impulsionada pelos serviços de streaming como Youtube, Spotify e Deezer. Atualmente, os serviços de streaming no Brasil, maior mercado musical da América Latina, representam a maior fonte de receita desse mercado e foi aí que o pessoal do projeto Conexão Brasil-Japão enxergou a oportunidade de trazer a J-Music para o Brasil.

O projeto, que conta com a participação de grandes nomes da música nacional como Max Viana, Luis Paulo Serafim, Renato Neto e Rappin’ Hood, além de um time de peso encabeçado pelo produtor musical Renato Iwai da Hyperbackers Japan, tem como objetivo proporcionar a integração entre artistas brasileiros e japoneses, e alimentar esses dois grandes mercados com o que há melhor nos mais diferentes estilos musicais oriundos de terras tão distantes.

Segundo palavras da Assessora de Comunicação Digital do Conexão Brasil-Japão, Miriam Iwai: “O Brasil é o lugar com mais adeptos ao K-pop fora da Ásia, o que por si só já demonstra o potencial desse mercado. Acreditamos que agora é a vez da J-Music ocupar seu espaço e sentimos que a aceitação será muito natural, pois o povo brasileiro com toda sua diversidade é sempre muito receptivo e aberto ao novo.”

O Conexão Brasil-Japão tem programado o lançamento de 3 singles no Brasil, ainda no primeiro semestre de 2019, e promete dobrar essa meta no segundo semestre desse mesmo ano. Além disso, o projeto já confirmou a vinda da cantora e modelo japonesa MIC para o Brasil no mês de Julho, para uma maratona de 4 shows em 3 grandes eventos na cidade de São Paulo. O último trabalho de MIC, o Single “Try” teve uma receptividade muito positiva, obtendo mais de 200.000 streams no mês de lançamento, além do primeiro lugar na categoria pop no Palco MP3, maior plataforma de música independente do Brasil e sexto maior aplicativo de música do mundo, o que parece comprovar que a J-Music está chegando ao Brasil com força total.