Anúncio

Comic Girls é um anime de comédia com slice of life. Foi lançado no dia 5 de abril na Crunchyroll durante a Temporada de Primavera 2018, e terminou no dia 21 de junho, com 12 episódios.

VEJA TAMBÉM NOSSO PRIMEIRO GOLE

A produção ficou por conta do estúdio Nexus, mesmo do Wakaba*Girl e Rakudai Kishi no Cavalry e o diretor do anime é o Yoshinobu Tokumoto, que já dirigiu alguns episódios de Re:Zero e alguns outros animes.

Comic Girls é a adaptação de um mangá de mesmo nome, no estilo 4-koma (uma tirinha). É escrito e desenhado pela Hanzawa Kaori. O mangá está em andamento desde 2014.

Comic Girls
Comic Girls (Pôster Divulgação)

Moeta Kaoruko, ou Kaos

O anime conta a história de Moeta Kaoruko, ou Kaos (pseudônimo), uma mangaká iniciante, de 15 anos, que vai para um dormitório só de mangakás para aprender e evoluir, e assim conseguir publicar sua primeira série.

Nesse dormitório, Kaos conhece mais três garotas mangakás, uma iniciante igual a ela, e duas que já tem séries publicadas. E a história segue contando o dia a dia dessas quatro amigas, e os sufocos de serem estudantes e mangakás ao mesmo tempo.

Anúncio

Kaos tem 15 anos, mas tem cara de 12 anos. Seus mangás sempre envolvem slice of life. Ela é a que tem mais dificuldade na produção de uma obra. Não consegue achar a melhor história, nem o melhor traço. Enquanto vê as outras meninas progredindo, Kaos acaba se diminuindo cada vez mais. É extremamente insegura, e isso acaba a tornando extremamente desajeitada. Mas de todas as garotas, é a menos interessante. O fato dela estar sempre chorando, gritando, ou fazendo besteira pode acabar a tornando um tanto chata. Mas eu entendo que é bom explorar personagens com dificuldades e inseguros.

Comic Girls (Imagem Divulgação)

Das outras personagens…

Koizuka Koyume também tem 15 anos e é a outra novata que vai para o dormitório. Seu estilo de mangá é o Shoujo. As garotas que Koyume desenha são lindas, mas quando se trata dos meninos, ela não consegue, e tudo o que desenha é bem feio e genérico, e sua editora acredita que é porque ela nunca se apaixonou. Koyume ama doces e roupas fofas. Ela é bem talentosa e prestativa, ajudando direto suas senpais em seus respectivos mangás.

Katsuki Tsubasa, ou Wing V, tem 15 anos, e já possui uma obra shounen em publicação. Ela é tão focada em seu trabalho que, às vezes, ela faz cosplay de seu personagem e atua como se fosse ele para ter mais inspiração. Ela sempre ajuda as novatas, e nunca se importa com isso. Tsubasa encanta muitas meninas por sua aparência e jeito, mas ela não se sente incomodada com isso.

Irokawa Ruki também tem 15 anos e seu pseudônimo é Bakunyuu?Himeko, que traduzindo seria “Peitos Grandes?Pequena Princesa”. Ruki queria escrever mangás Shoujo, mas seu traço é muito adulto, então acabou na área dos mangás eróticos. Ela tem vergonha, mas é muito boa no que faz. Ela se arrepende um pouco de seu pseudônimo, já que ela não tem peitos grandes e pensa que está mentindo para suas leitoras (isso é um complexo para ela). Ruki nem deixa suas colegas te ajudarem com os manuscritos, já que tem muitas cenas inapropriadas. Por mais que tenha 15 anos, Ruki parece ser a mais madura ali, e inclusive é minha personagem favorita.

Fora essas quatro, outras personagens femininas aparecem ao longo do anime (não tem homens no “elenco”).

A Química

As quatro juntas têm uma boa química, e funciona perfeitamente cada uma ser de um jeitinho. Esse anime vai além de mangás, tendo como um dos temas principais a amizade, que nesse caso é bem importante. Mas o quesito de mangás é abordado de forma mais rasa. Mas tem vários momentos em que elas estão desenhando, falando com a editora, se ajudando a cumprir prazos e a superar obstáculos e conflitos internos.

O final do anime foi muito bom, e não deixou a desejar. Mas o episódio 11 parece muito o final do anime, e talvez teria sido melhor acabar daquele jeito. Mas vai de pessoa para pessoa.

Comic Girls
Comic Girls (Imagem Divulgação)

Veredito

O traço do anime é muito bonito, tanto cenário quanto as personagens. Por mais que se pareça com o mangá, imagino que deram uma boa caprichada na hora de animar.

A abertura mostra o cotidiano das garotas e é cantada pelas seiyuus das principais, como já é bem de costume em animes com várias garotas principais, e se chama “Memories”. O encerramento também é cantado por elas, e se chama “Namida wa Misenai” e não tem muita coisa visualmente.

Comic Girls é uma história bem leve e divertida. Dá para assistir de uma vez só e não cansar. Recomendo para aqueles que gostam da temática de mangás principalmente, e também para quem estiver procurando um slice que não seja muito parado.

ASSISTA AGORA NA CRUNCHYROLL

Anúncio
REVIEW
Comic Girls
Artigo anteriorNovo nendoroid da Zero Two é muito fofo!
Próximo artigoIchigo, Rukia e Aizen serão personagens jogáveis em Jump Force
Graduada em Publicidade, com especialização em Produção de Conteúdo. Sou escritora, mas não termino nenhuma história. Adoro videogames, mas sou ruim em todos. Devo ter mais horas assistindo anime do que dormindo. Viciada em música, principalmente daquelas bandas que ninguém conhece. A esquisitona do rolê.