“O que você vai ler agora, são lembranças de alguém que está morto a 500 anos.”

O tão esperado filme Assassins Creed, teve sua estreia nesta quinta-feira (12) no Brasil, com a direção de Justin Kurzel, e elenco impecável como Michael Fassbender (Magneto de X-Men: Primeira Classe –  que além de atuar, também é produtor do filme), a premiada Marion Cottilard (Miranda Tate de Batman Dark Knight Rises), Jeremy Irons (Alfred de Batman vs Superman), Brendan Gleeson (Alastor Olho-tonto da série Harry Potter) entre outros.

O filme conta a história de Callum Lynch (cal), o sucessor direto de Aguilar de Nerha, um assassino de uma irmandade conhecida como Credo, durante a inquisição espanhola. Sua linhagem será a chave para a busca de um artefato da época.

Assassin’s Creed (Pôster Divulgação)

O longa, se mostra uma ótima introdução para os viajantes de primeira viagem do universo da Série, que aguça a curiosidade, e também cheio de referências de encher os olhos para os já conhecedores da franquia da Ubisoft.

Ambientação Inquisitorial

O filme possui uma trilha sonora envolvente, que combina perfeitamente com as cenas, mas nada que se destaque. Entretanto, o visual dá um show com todo o cenário da Espanha inquisitorial, além de mostrar que os cenógrafos sabem como trabalhar muito bem com o 3D, somando as diversas cenas sem aquele desfoque de fundo tão conhecido para dar a sensação de profundidade.

Desenvolvimento

Os personagens se mostram um pouco vazios e contraditórios em alguns momentos, não deixando que e o público crie vínculos fortes, mas nada que atrapalhe o decorrer da trama.

É possível entender de forma coerente a história, mas ela deixa a desejar em certos aspectos quanto a sua profundidade e desenvolvimento – comum com filmes deste “segmento”. Muitas informações são passadas de formas confusas em muito pouco tempo, podendo deixar confuso quem nunca jogou algo da franquia.

O Salto de Fé

O filme é divertido e agradável de assistir, mesmo para quem não é fã ou conhecedores de Assassin’s Creed, sendo perfeito para introduzir qualquer leigo no universo, mas não dá pra ficar só com as informações do filme. Os fãs podem sentir falta de cenas do assassino, mas com certeza sairão satisfeitos com a fidelidade empregada nelas.