Anúncio

Super Cub chegou ao fim depois de doze episódios de estupenda beleza acima da média. As impressões desde o Primeiro Gole não mudaram muito, o anime foi a mesma coisa sólida e maravilhosa de início ao fim e não, não temos nenhuma objeção a consistências. É de boa monotonia que vive um slice-of-life! Sem isso a receita desanda.

Ah sim, teve uma polêmica ridícula envolvendo uma infração de trânsito no episódio seis e… surpreendentemente isso conseguiu chamar mais a atenção para o anime no Japão do que literalmente todo o resto…

Enfim, sigamos.

Ao invés de um Review propriamente dito, gostaria de usar essa matéria-homenagem a um dos animes mais prazerosos de se ver do ano para falar das peças que aparecem em Super Cub.

Achou que isso seria uma matéria sobre mecânica de motocas? Pense outra vez amigão! Não deixe a polissemia da língua portuguesa te ludibriar: você também ficou preso por minutos a fio com as composições de piano? Ao menos com uma pontinha de curiosidade de quem ficou “Hey, eu já ouvi isso antes! Onde foi?”.

Pois é esse o propósito de hoje, deixar aqui elencado tin tin por tin tin cada peça musical que aparece em Super Cub. Por motivos até pessoais, confesso, já que não é nenhum segredo o quanto AMO música clássica. Com certeza acabarei voltando pra essa matéria várias vezes pra lembrar de uma coisa ou outra.

Anúncio

Então vamos às peças, por ordem de aparição!

Episódio 1

Arabesque No.1 in E Major, L.66: Andante com Moto”, de Claude Debussy, executado por Carlos Márquez

Clair de Lune”, de Claude Debussy, executado por Marnie Laird (Brooklyn Duo)

Episódio 2

Préludes, Premier Livre: No.8. La fille aux cheveux de lin”, de Claude Debussy, executado por Alain Planès

Episódio 3

Liebesträume, S. 541: No. 3: Nocturne in A-Flat Major”, de Franz Liszt, executado por Jenó Jandó

Episódio 4

Suite bergamasque, L. 75: I. Prélude”, de Claude Debussy, executado por Bernt Wilhelmsson

Episodio 5

Rêverie, L.68: Reverie”, de Claude Debussy, executado por Micaela Gelius

“Kinderszenen, Op. 15: VII. Träumerei”, de Robert Schumann, executado por Johannes Oleg

Episodio 6

“Je te Veux”, de Erik Satie, executado por Kentaro Haneda

Episodio 7

“Gymnopédie No.1”, de Erik Satie, executado por Satoru Kosaki

Episodio 8

“Sonata Pathetique Op.13 – II. Adagio Cantabile, de Ludwig van Beethoven

Episodio 9

Images, Book 1: No.1. Reflets dans l’eau”, de Claude Debussy, executado por Eduard Stan

Episodio 10

Notturno No. 2, Op.9”, de Frédéric Chopin, executado por Totò Grimaldi

Consolations, S. 172: No. 3 in D-Flat Major”, de Franz Liszt, executado por Vladimir Horowitz

Episodio 11

The Four Seasons, Violin Concerto in F Minor, Op. 8 No. 4, RV 297 “Winter”: I. Allegro non molto”, de Antonio Vivaldi, executado por Takako Nishizaki

Pavane pour une infante défunte”, de Maurice Ravel, executado por Alice Ader

Episodio 12

Salut D’Amour Op.12 (Elger), de Edward Elgar, executado por Cornelia Herrmann


A lista é variada e tentei o possível para também fazer referências aos intérpretes, porque nenhuma música é tocada da mesma maneira de pessoa para pessoa. É um prazer aguçar os ouvidos para poder notar essas sutilezas de performance e Piano no Mori te ajuda a criar esse dom!

A presença em peso de Claude Debussy é de intrigar. Será seu estilo vívido e jovial que combina com as andanças de moto de Koguma e Reiko? É a única razão que consigo imaginar. Tem algo aí na sensação de liberdade que andar de moto que combina com a sensação de leveza que dá no corpo ao ouvir Debussy.

Listinha feita, dessa vez não é só saudades que Super Cub, esse anime 10/10, deixará. Aproveitem!

Anúncio