netflix anime

O produtor musical de animes, Akihiro Tomita (Atom: The Beginning e Godzilla), falou sobre a ameça que os serviços de streaming podem representar para as aberturas e encerramentos dos animes.

A declaração foi feita durante o Anime Industry Cross-Talk, onde Tomita comentou sobre a forma de consumir o conteúdo das animações nesses tipo de plataforma, que pode interferir na duração típica, de 90 segundos dos temas de abertura e encerramento das obras.

Em serviços de streaming temos a possibilidade de “pular” aberturas e encerramentos e irmos direto ao episódio desejado. Segundo Akihiro, no caso da Netflix temos um bons exemplos, como o anime B: The Beginning, originalmente lançado pela plataforma, que já apresentava uma abertura curta e que não trazia os créditos, que ficaram no encerramento, acumulando mais de 2 minutos de exibição.

Para o produtor, essa transição pode resultar em algumas mudanças no uso das canções, que possivelmente serão utilizadas em momentos marcantes ou de clímax, ao longo dos animes. Ele acredita que a tradicional exibição irá mudar para seguir o modelo aplicado aos streamings, que tanto diferem dos programas de televisão.