8 Brinquedos Japoneses Tradicionais para você conhecer

Anúncio

Kyodo gangu é o nome que se dá aos brinquedos tradicionais japoneses. São bonecos simples feitos de barro, madeira ou papel que eram o que os pais podiam dar para as crianças brincarem, mas hoje em dia são mais cobiçados por colecionadores do que pelas crianças.

Enquanto a ideia permanece a mesma no geral, o formato e a aparência de cada boneco podem ser diferentes dependendo quando, onde e quem o criou. Cada boneco representa um desejo diferente, como o desejo de que a criança cresça com saúde ou que a família tenha segurança e prosperidade. Enquanto a fofura dos kyodo gangu tem ganhado muita atenção nos últimos anos, esses bonecos estão fadados a pararem de ser fabricados por ter cada vez menos artesãos para manter essa arte viva. Então se você ver um desses brinquedos, é provável que você nunca mais encontre outro.

Kokeshi

kokeshi
Imagem Divulgação

As kokeshi são bonecas feitas na região de Tohoku, no nordeste do Japão. Existem cerca de 10 tipos, cada uma com sua própria expressão facial, penteado e formato do corpo. Acredita-se que as kokeshi eram feitas por artesãos que, além de fazerem utensílios de madeira, também faziam brinquedos para as crianças.

Inu-hariko

inu hariko
Imagem Divulgação

Os inu-hariko são cachorros feitos de papel machê que foram inventados durante a Era Edo como um amuleto dado para quando a mãe fosse dar à luz e durante a criação do seu filho. Eles são feitos colocando várias camadas de papel feito de barro ou de bambu. Quando a cola seca, o molde é removido, deixando um a forma de um cachorro simpático que alegra a todos.

Daruma

daruma
Imagem Divulgação

Este boneco japonês clássico retrata o monge Bodhidharma sentado na posição de meditação. Os daruma são vendidos geralmente sem os olhos pintados, já que é costume desenhar o olho esquerda primeiro para fazer um pedido para depois pintar o direito quando o desejo se torna realidade. Você também pode pintar o seu próprio daruma na galeria da Asakusa Experience.

Akabeko

akabeko
Imagem Divulgação

As akabeko são vacas feitas de papel machê que homenageiam a lenda das vacas vermelhas que ajudaram a construir o Enzouji, um templo em Yanaizu, na prefeitura de Fukushima, que estava passando por um momento difícil.

Anúncio

Neko ni Tako

neko ni tako
Imagem Divulgação

Você já deve ter notado que tem gatos por toda parte no Japão, isso é porque eles são vistos como um símbolo de boa sorte e felicidade. Mas, se você realmente quiser ter boa sorte, você precisa de um neko ni tako, que nada mais é que um gato que é conduzido por um polvo na sua cabeça.

Kingyo Chochin

Kingyo Chochin
Imagem Divulgação

As kingyo chochin são lanternas simples em formato de um peixinho dourado, que disseram que foram inspiradas pelo Festival de Nebuta, na prefeitura de Aomori, e que eram feitas primeiramente pelas crianças há cerca de 150 anos. Elas são o símbolo do verão na cidade de Yanai, na prefeitura de Yamaguchi, onde a prática se originou. Assim, você pode ver milhares de lanternas em formato de peixe decorando a cidade no mês de agosto.

Hikoichi-koma

Hikoichi-koma
Imagem Divulgação

À primeira vista, este brinquedo peculiar da prefeitura de Kumamoto parece ser um simples boneco de guaxinim, mas na verdade era uma espécie de Transformer. O chapéu, cabeça, corpo e pedestal de bambu na verdade podem ser desmontados para virarem peões diferentes.

Tondari Hanetari

tondari
Imagem Divulgação

Provenientes de Tóquio, os tondari hanetari são bonecos mecânicos que saltam como um sapo. Para fazer o truque, uma vara de bambu saindo da frente do brinquedo é empurrada para trás e presa em uma resina feita de pinheiro. Quando a vedação enfraquece, a vara se solta, fazendo com que o boneco salte com a força de uma mola.

Anúncio