Anúncio

Na presente geração do K-pop, o conceito de bandas idol não é algo para se estranhar. A substituição das coreografias por instrumentos musicais se popularizou na indústria pop coreana nas últimas décadas. Anteriormente, bandas não costumavam adentrar no mundo idol, limitando-se a outros gêneros na Coréia do Sul.

The Rose, Day6 e Onewe são algumas das favoritas do público, com sons focados no pop e no rock. Mas, se você quiser se aprofundar no universo das k-bands, existe um nome que você não poderá evitar: FTISLAND. Pioneiros ao trazer instrumentos para os palcos de K-pop, o trio completou 15 anos de carreira no 7 de junho.

A banda, criada pela FNC Entertainment em 2007, construiu uma carreira sólida na Coréia do Sul e no Japão, emplacando diversos hits em diferentes idiomas. Sua formação original consistia em 5 membros, porém após mudanças e substituições, a composição atual é feita pelo vocalista Lee Hongki, o baixista Lee Jaejin e o baterista Choi Minhwan.

A sonoridade do FTISLAND pode se aproximar mais do rock, mas o seu legado no K-pop não pode ser ignorado. Em homenagem ao seu décimo quinto aniversário, vamos listar 4 músicas que merecem destaque na carreira da k-band.

Lovesick: O início do FTISLAND

Dentre as 13 músicas do Cheerful Sensibility, álbum de estreia da banda, Lovesick foi selecionada como single de debut – e essa foi uma ótima escolha. Com essa canção, o FTISLAND conseguiu sua primeira vitória em shows musicais, 12 dias após a sua estreia.

No total, Lovesick conquistou seis vitórias para a banda nos programas semanais, e também prêmios nas importantes competições de fim de ano. Sabe o Mnet Asian Music Awards (MAMA) e o Golden Disk Awards? Em 2007, o então quinteto conquistou mais de dois prêmios em cada.

Anúncio

O clipe da faixa de rock melancólico trazia diversos casais em situações apaixonantes e “desapaixonantes”, contando até com a participação de Eunjung do T-ARA, antes do debut do girlgroup.

Em comemoração ao décimo aniversário do FTISLAND, Lovesick foi regravada, agora com a participação da cantora Kim Nayoung. O vídeo, dessa vez, focou apenas na história de um casal. Seja a versão de 2007 ou a de 2017, a música que estreou o conceito de banda no k-pop (e os vocais do Hongki de 17 e de 27 anos) merece a nossa atenção.

Severely e as lágrimas de 2012

Quem aqui viveu a era onde quase todos os MVs de K-pop tinham uma historia? O clipe de Severely traz um triste romance para acompanhar o humor da música. A Kim Seolhyun, do AOA (na época, ainda trainee), atuou como o interesse romântico de Hongki, o vocalista. Do mesmo jeito que Lovesick, Severely conquistou diversos prêmios, sendo a música que mais se destacou no quarto álbum da banda.

Take Me Now: uma nova fase

Músicas tristes e românticas eram sempre capaz de levar o FTISLAND ao topo dos charts musicais, e a FNC Entertainment sabia bem disso. Durante seus primeiros anos de carreira, a banda não teve muito espaço para liberdade criativa. Para agradar aos ouvintes coreanos, a empresa acabava optando por músicas não compostas pelo grupo, nesse mesmo estilo das músicas anteriores da lista.

Porém, o que o FTISLAND queria cantar era rock. Nos lançamentos japoneses, os músicos exploravam sons mais pesados (e obtinham ótimas reações deste público). Em 2015, a banda conquistou a permissão da empresa para explorar esse gênero na Coréia também. Take Me Now fez parte dessa nova era, na qual os membros puderam participar da composição de suas faixas.

O MV da música combina com essa mudança, trazendo significados profundos sobre transformação e a quebra de sua antiga imagem.

A formação atual da banda em Unthinkable

O último lançamento da FTISLAND foi Unthinkable, em dezembro de 2021. A faixa volta à melancolia do início da lista, mas agora com os três membros da formação atual. A combinação de piano e a voz de Hongki e a letra sobre sentimentos de um término recente são alguns dos fatores que fazem essa música ser marcante.

Bônus: Still Love You

Em 2022, um vídeo do vocalista do N. Flying, Yoo Hweseung, cantando uma sequência de seis notas altas viralizou em algumas redes. A música original, que contém esse trecho, na verdade é de uma colaboração dele com o Hongki, do FTISLAND. Ambas as bandas fazem parte da mesma empresa, então isso contribuiu para o encontro entre duas lindas vozes.

15 anos de carreira deram ao FTISLAND uma longa lista de músicas marcantes, mas essas quatro podem te dar um gostinho do legado da primeira banda do K-pop. Seja no rock pesado ou na sofrência, o trio possui todo o talento necessário (e um pouco mais) para continuar lançando músicas pelos próximos 15 anos também.

Anúncio