O Brasil têm a sua própria essência para filmes de gênero, seja ele qual for, porém a produção do novo filme Tudo Acaba em Festa remete quase que por completo uma comédia romântica hollywoodiana com os traços nacionais que já são muito bem conhecidos, uma bela comédia que irá arrancar risadas e divertir a todas as idades, principalmente em tempos próximos de festas fim de ano de empresa em geral.

Marcos Veras é o grande destaque!

Um arco de história sem surpresas, um casal onde o protagonista se mostra um tanto imaturo e precisa convencer não só a seu chefe como a sua ex namorada, papel onde Marcos Veras o faz de forma magistral, em terras verdes e amarelas.

O ator se destaca com mais uma atuação impecável, pois quando o filme se perde em um mar de piadas e traz uma cena pastelona,  Veras carrega o filme nas costas sem problemas com seus dois personagens, algumas vezes ao mesmo tempo em tela, tanto em suas falas quanto em expressões faciais ele é convincente.

tudo acaba em festa
Tudo Acaba em Festa (Imagem Divulgação)

Giovanna Lancellotti cativa!

Junto a ele a fantástica Giovanna Lancellotti trazendo um perfil caipira raiz bem cativante, a qual sua personalidade extrovertida e maluca se transforma no alívio cômico mais marcante na trama, o qual equilibra com a personagem de Rosanne Mulholland, se mostra a mais equilibrada, madura e racional, aquela que te prende ao chão quanto a realidade das situações, impecável e quebrando tabus, esse filme trouxe em tela o primeiro beijo gay do cinema brasileiro, uma cena curta, mas que vale a marca.

O produtor Fabiano Gullane ainda ressaltou a maravilha de fazer um filme de comédia, em coletiva ele comparou aos dramas que a Gullane está acostumada a fazer, dizendo que não há diferença na produção, a não ser a diversão que é em gravações, Fabiano Gullane ainda comenta sobre a cena mais difícil do filme, a festa da empresa foi uma produção longa e cansativa, várias madrugadas refazendo cenas em um salão gigante com inúmeras pessoas presentes, o que deve se dizer que valeu a pena, pois é a cena em que acontece de tudo, explorando cada personagem mostrado na história e relembrando o que é a loucura de uma festa da firma, pegação, bebedeira e zoação, tudo o que não se pode fazer em escritório.

tudo acaba em festa
Tudo Acaba em Festa (Imagem Divulgação)

Roteiro Preciso

O roteiro é preso em muitos pontos a uma comédia romântica inúmeras vezes assistidas na televisão, na pegada de filmes do Adam Sandler, onde normalmente o filme desenvolve uma piada, extrapola ela, e mais para a frente a repete para te fazer rir mais uma vez, dizendo assim pode parecer cansativo, mas muito pelo contrário, Tudo Acaba em Festa não se baseia nas piadas para ser desenvolvido, a história caminharia até se o filme fosse algo mais dramático, o alívio cômico está perfeitamente incluso para aliviar as cenas mais sérias, as extrapoladas não estragam a experiência e nem te cansa de tudo que está sendo visto, o tipo de comédia perfeito para ser assistido entre amigos, familiaridade ou sozinho.

Em coletiva, ainda foi dito algumas curiosidades sobre o filme, como a Giovanna ter realmente um sotaque caipira, algo que não é reparado pelos papéis que a atriz já fez, Rosanne se inspirar em Sandra Bullock no filme A Proposta para fazer o papel de Aline, e Marcos Veras lembrar dos seus tempos de Stand up em empresas corporativas, detalhes que apenas acrescentam a beleza desse filme.

Um adendo interessante foi a inspiração para Tudo Acaba em Festa, além de realmente se inspirar em festas reais de empresas corporativas, o filme O Baile dos Bombeiros de 1967 serviu de grande base para esse roteiro, mas que não era tão explorado o ambiente de trabalho desses filmes, coisa que o filme brasileiro mostrou em cada detalhe, fugindo dos padrões estados unidenses.

Já participou de uma festa da Firma?

Caso nunca tenha participado de uma festa da firma, irá gostar do filme mesmo assim, mas aos festeiros de plantão, esse filme é uma mão cheia de referências verídicas prestes a acertar a sua face, Tudo Acaba em Festa é divertido, engraçado e se mostra um sessão da tarde maravilhoso para assistir nos cinemas.

Uma comédia romântica trazida aos padrões brasileiros, fez com que muitos filmes desse gênero hollywoodianos fossem amassados, esse filme é a certeza absoluta de que o Brasil sabe fazer filmes melhores que Hollywood.