temporada de primavera 2020 termometro
Anúncio

Fala galera! Mudando um pouco o formato das expectativas, trouxemos o “Termômetro”, que cabe ao redator dar suas opiniões em apenas um (1) parágrafo do anime tão aguardado, nesta que é a Temporada de Primavera 2020, ou a Temporada de Abril dos Animes. Sem mais delongas, vamos lá! 


BNA (Brand New Animal)

Gênero: Fantasia
Estúdio: Trigger
Estreia: 9 de abril

Gonzaga: BNA ou Brand New Animal me chamou a atenção pelo mistério – embora o animê não seja exatamente do gênero – do enredo e por contas das características usadas nas fábulas de Esopo/La Fontaine: o Antropomorfismo.

Nanossauro: Esse anime se destaca por toda sua estética única, e sua animação, com certeza, é o que mais chama atenção. Sua temática não é tão inovadora, mas parece que vão trabalha-la com muita criatividade. Não podemos deixar de fora que, quem está no script é o Nakashima Kazuki, criador e roteirista de “Kill la Kill”. Se a animação e a história forem como nesse anime, “BNA” pode superar minhas expectativas. Fora que é um anime original do estúdio Trigger, algo que, por si só, já chama a atenção. 

Sinopse: A existência de humanos meio-animais se manteve escondida por vários anos, até que subitamente tudo veio átona. Como forma de criar um lugar pacifico para essa nova especie de ser humano, um lugar conhecido como “Animal City” foi criado. A História acompanha Michiru, uma garota humana que é transformada em uma meio-animal sem qualquer explicação. Depois disso, Michiru acaba fugindo para Animal City, onde encontra um meio-lobo que odeia humanos. A partir de então, Michiru começa a entender melhor os problemas dos meio-animais que vivem naquela cidade, assim como busca tentar entender o que aconteceu consigo.

Gleipnir

Gênero: Ação, Ecchi, Mistério, Sobrenatural
Estúdio: Pine Jam
Estreia: 5 de abril

Gonzaga: seguindo quase na mesma linha de BNA só que com toques inversos ao antropomorfismo, pois aqui o personagem humano se transforma em Fera – Dr. Jekyll e Sr. Hyde mandam lembranças – Gleipnir me passou a sensação de ser um dos hypes da temporada, ou não.

Sinopse: A história gira em torno de Shuuichi Kagaya, que possui uma sensibilidade olfativa acima do normal. Ele não é humano, e ele pode se transformar em uma besta incrivelmente poderosa. Ele tenta viver em paz e não ser descoberto, mas acaba sendo forçado a usar seu poder para salvar uma garota, marcando o fim de sua vida tranquila.

Appare-Ranman!

Gênero: Histórico
Estúdio: PA Works
Estreia: 10 de abril

Gonzaga: vindo de um estúdio que sempre me encanta com o quesito animação, no caso a P.A.Works, além de que o animê aborda características históricas e adaptação em terras estrangeiras: Japão e EUA, pode parecer banal, e sabemos que existem “n” animês que os dois países se chocam culturalmente, mas esse vai ser diferente, escreve aí.

Sinopse: A história se passa no final do século XIX, e às vésperas do próximo ano. Após um certo acidente, o brilhante, mas socialmente inepto engenheiro, Sorano Apare, e o astuto, mas covarde samurai, Isshiki Kosame, se vêem à deriva em um barco do Japão para a América. Sem qualquer dinheiro, os dois decidem competir na Trans-America Wild Race para ganhar o prêmio e voltar ao Japão. Os dois começam em Los Angeles, na costa oeste, e enfrentam rivais malucos enquanto percorrem o oeste selvagem até a linha de chegada em Nova York… No carro movido a vapor que construíram.

Yesterday wo Utatte

Gênero: Drama, Romance, Slice of Life
Estúdio: Doga Kobo
Estreia: 5 de abril

Gonzaga: aquilo que todo trabalhador ou universitário precisa depois de chegar em casa após um dia cheio, sim, é um animê em que nada de sobrenatural acontece, não é shounen de lutinha, é simplesmente a abordagem de vida dos personagens com pitadas filosóficas sobre o que chamamos de vida. Porque eu vou assistir isso e não outra coisa? Simples. É do gênero Drama e Slice of Life. Meus gêneros favoritos.

Nanossauro: Além da premissa simples, mas diferenciada para um anime de romance/drama, o traço também chamou a atenção. Os personagens são mais comuns, não têm cabelos coloridos e designs malucos, o que é ótimo no meio de tantos animes cheios de firulas. E o diretor do anime, Fujiwara Yoshiyuki, dirigiu dois animes bem legais, também do estúdio Doga Kobo, “New Game” e “Plastic Memories”, o que dá mais vontade de assistir.

Sinopse: Na história um garoto sem ambições na vida aceita um trabalho em uma loja de conveniência, onde acaba encontra sua estranha ex-namorada. A história acompanha o dia a dia e constantes encontros dos dois.

Kakushigoto

Gênero: Comédia, Slice of Life
Estúdio: Ajia-do
Estreia: 2 de abril

Gonzaga: Kakushigoto. Sim. Esse é o animê que eu não podia deixar de fora por dois motivos. Mesmo autor de Sayonara Zetsubou Sensei. Comédia. Eu preciso rir, meus queridos.

Nanossauro: A relação entre pai e filha pode ser muito fofa e, provavelmente, vai agradar fãs de “Amaama to Inazuma” e “Usagi Drop” como eu. Os traços do anime não são muito chamativos, mas sua simplicidade dá um tom único à obra slice of life. Parece que será um anime bem-humorado, principalmente pela personalidade e profissão do pai. Além disso, o diretor Murano Yuuta já dirigiu alguns animes e filmes muito bons, como “Madoka”. E o criador original da obra é o Kumeta Kouji, mesmo de “Sayonara Zetsubou Sensei”, o que faz o anime ganhar pontos por isso.

Eriki: Kakushigoto me conquistou já desde o trailer, pois histórias de pais solteiros me afetam bastante (vide “Ama Ama to Inazuma” e “Usagi Drop”).

Sinopse: A história acompanha o dia a dia de Kakushi Gotou, um homem que trabalha como mangaka, mas não quer que sua filha, Hime Gotou, descubra o seu segredo.

Arte

Gênero: Histórico
Estúdio: Seven Arcs
Estreia: 4 de abril

Eriki: E o maior hype para este redator, historiador de carteirinha, é sem dúvida: “Arte”. De leigos a profissionais, o Renascimento arranca admiração de todos que enxergam os trabalhos dessa fase tão rica da história humana! Um anime que apresenta esse período histórico é simplesmente um sonho virando realidade e minhas expectativas, para o bem e para o mal, estão bem altas!

Sinopse: A história se passa na Itália do século 16, e acompanha a trajetória de uma garota que sonha em se tornar uma pintora, mas precisa passar pelas adversidades de ter nascido em uma família nobre, ao mesmo tempo que sofre preconceito por escolher uma profissão dominada por homens.