parasita

O filme sul-coreano Parasita, do diretor Bong Joon Ho, foi um dos queridinhos do ano. O filme ganhou Palma de Ouro em Cannes e o premio de Melhor Filme em Língua Estrangeira no Globo de Ouro, recebendo muitos elogios, tanto dos críticos, quanto do público.

E como já é de costume quando um filme estrangeiro faz sucesso, logo Hollywood gentilmente se dispõe a fazer uma versão americana para aqueles que não assistem filmes não-americanos. Boatos começaram a surgir que o filme ganharia um remake, ainda mais depois que Francis Chung, presidente da CJ Entertainment nos Estados Unidos, empresa responsável pela distribuição e divulgação do filme, afirmar que tentaria negociações para uma versão americana.

Apesar disso, a CJ Entertainment já disse numa nota oficial que não tem nenhuma intenção de fazer um remake do filme. Caso essa noticia fosse confirmada, não faria muito sentido, levando em conta a opinião do diretor em relação a desamericanização da industria cinematográfica. Em seu discurso no Globo de Ouro ele diz o quando a barreira das legendas ainda é um grande impasse para a popularização das produções sul-coreanas.

Parasita fez muito sucesso no mundo todo e talvez isso leve as pessoas a prestarem mais atenção nas produções não americanas ou europeias. Tanto em relação a filmes, quanto a séries, as produções sul-coreanas são muito fortes e provavelmente não teremos que esperar muito até que os holofotes finalmente deixem de estar num lugar só.

Há filmes coreanos maravilhosos que tiveram remakes americanos, mas não fizeram sucesso por não terem sido tão bons quanto os originais. É o caso do filme OldBoy do diretor Park Chan Woo e A Casa do Lago, de Il Mare.

Outro filme que chamou atenção do Hollywood foi Invasão Zumbi (Train To Busan), lançado em 2016 e disponível na Netflix. Várias produtores estão em negociações para os direitos do filme para um possível remake, entre eles Paramount e Lionsgate.  Mas para a sorte dos amantes de filmes asiáticos, muitas vezes um remake é anunciado, mas não passa disso.