Nos últimos dias, várias noticias e novidades sobre The Legend of Zelda: Breath of Wild  foram anunciadas, e durante a E3, novo jogo da Nintendo foi maior foco no estande da empresa. Segundo o produtor da série, Aonuma Eiji, o novo jogo foi criado com base nos erros e acertos de seu predecessor nos consoles, The Legend of Zelda: Skyward Sword.

Os Melhores Jogos da E3 2016 | Top Suco

Mas afinal, o que há de novo nesse titulo? Trouxemos uma lista de algumas novidades, confira:

Link não usará túnica verde

Talvez a maior das mudanças visuais. The Legend of Zelda: Breath of Wild terá um sistema de mudanças de sets de roupas e equipamentos, que permitirá ser trocado a qualquer momento. Além disso o ataque e defesa do personagem mudarão de acordo com a roupa escolhida.

Novos elementos de combate

Os ataques serão novamente simplificados, parecido com a mecânica de Ocarina of Time, porém, as armas serão descartáveis. O jogador poderá arremessar armas quebradas em monstros, ou mesmo usar um imã para traze-las de volta e causar danos nos monstro.

Link terá que cozinhar!

Isso mesmo! Link terá que cozinhar para seguir sua aventura. Neste titulo, não será mais tão fácil achar corações ou rupees cortando grama. Para recuperar os corações, Link terá que se alimentar e vender itens para ganhar rupees. A comida feita terá efeitos diferentes de acordo com os ingredientes que forem colocados, e até 5 itens diferentes poderão ser adicionados nas receitas, que poderão falhar caso um ingrediente não combine com o outro.

the legend of zelda breath of the wild e3 img 3
Esse rango parece estar bem bom! – The Legend of Zelda: Breath of the Wild (Imagem Divulgação – E3 2016)

Quebra cabeças mais lógicos

Nada de apenas empurrar blocos! Os puzzles nesse jogo não terão resoluções tão lineares como nos antigos. O mesmo puzzle poderá ser resolvido de diversas maneiras, utilizando diferentes ferramentas do jogo. Por exemplo: Link pode colocar fogo na grama e esperar que o vento o espalhe para resolver um dos puzzles.

Batalhas ao estilo de “Shadow of the Colossus”

Link poderá escalar qualquer superfície do mundo todo, e isso inclui alguns monstros de pedra que estão espalhados pelo mapa! Para encontrar seu ponto fraco, o jogador precisará escalar pelo seu corpo e atacar o ponto especifico para derrubar o monstro.

Link não terá nenhum ajudante

Pelo menos não até agora. Durante a E3 , foi apresentada uma voz desencarnada, mas não se sabe de quem é a voz , e não há sinais de personagens como Fi, Midna ou Navy . Segundo a Nintendo, nada foi confirmado, então é possível que isso seja modificado até o lançamento.

O mapa será totalmente aberto

O aspecto mais falado sobre o The Legend of Zelda: Breath of Wild . O mapa será totalmente aberto e livre, além de ser o maior já apresentado pela franquia, que promete apresentar um mundo gigantesco para que os jogadores possam explorar de acordo com sua vontade.

Amiibos

Sim, o jogo contará com uma funcionalidade para os amiibos. Até agora, foi revelado que o Amiibo de Midna e Wolf Link projetará um lobinho que poderá te ajudar no jogo. Além da ajuda, haverá uma conectividade com Twilight Princess de Wii U através desse Amiibo, que pode trazer os corações do save para o lobo em Breath of Wild. Ainda haverão mais 3 novos amiibos de Breath of Wild que não se sabe o que farão.

Essas foram as principais mudanças que foram mostradas até agora, mas até o lançamento, muitas novidades podem aparecer para surpreender os jogadores. A única coisa que temos certeza, é que o jogo será totalmente inovador, e o público já o espera ansioso.

The Legend of Zelda: Breath of Wild será lançado em 2017 para Wii U e NX.