Anúncio

I’m Looking for a Serious Love, ou Tadareta Koi ni wa Itashimasen no original, é um mangá de boys love escrito e ilustrado por Shoko Rakuta, e publicado pela TokyoPop

Tem apenas um volume, com 6 capítulos e pouco mais de 200 páginas. É uma leitura rápida, de um slice of life para maiores de 18. 

Um garoto do interior em uma cidade grande

Miyazawa Kyouhei acabou de se mudar para Tokyo, para frequentar a faculdade. O que não esperava era que seu vizinho, Takara Tomohiro, além de estudar na mesma universidade, fosse ser um playboy arrogante. 

Como era de se esperar, a personalidade dos dois jovens é bastante distinta, causando atrito logo no primeiro encontro. Enquanto Takara fica provocando Miyazawa, este vai ficando irritado por ser zombado, ao mesmo tempo que fica envergonhado.

Aos poucos, esses dois vão se conhecendo e se aproximando, o que faz com que sentimentos diferentes surjam um pelo outro.

Uma relação complicada, mas que funciona

Como disse anteriormente, a personalidade dos dois é bem distinta. Takara nasceu e cresceu em Tokyo, então é muito mais esperto na cidade grande. Além disso, é bastante convencido e arrogante. Mas tem um pequeno problema… Ele morre de medo de insetos. 

Anúncio

Enquanto isso, Miyazawa é bastante inocente e ingênuo, acreditando muito fácil nas pessoas. Viveu toda sua vida no interior, um lugar mais seguro, o que o deixou desprotegido para a cidade grande. Mas, diferente de Takara, ele não tem medo de insetos, afinal, sempre conviveu perto deles.

E, de início, os dois batiam muito de frente, mas, conforme convivem mais, suas personalidades vão se completando. É divertido ver Takara provocando Miyazawa, como também é ótimo ver as cenas dele chorando de medo por insetos, pedindo ajuda para Miyazawa. 

A obra tem menos de 300 páginas, mas a autora conseguiu trabalhar bem a relação dos dois, mesmo que seja um fast burn — eles se gostando rapidamente. Funcionou bem para a história e para quem lê. 

Personagens secundários na trama

Não tem muitos outros personagens na história, pois o núcleo é bem pequeno. Além dos dois protagonistas, também conhecemos o colega de classe de Miyazawa, o Murachin, seu amigo de infância, Yuuta, e sua avó. 

Da parte de Takara não conhecemos ninguém relevante, só aparece alguns de seus amigos por alguns quadros e a garota que ele leva ao apartamento. Mas nada de grande destaque para a história, apesar de darem um empurrão para certas cenas acontecerem. 

Agora, falando sobre os conhecidos de Miyazawa, eles têm mais impacto na história, principalmente seu amigo de infância. Murachin é fofo, tranquilo e faz até amizade com a avó de Miyazawa. 

Já Yuuta é impulsivo, arrogante e não entende limites — bem parecido com Takara, só que a diferença é que Miyazawa gosta romanticamente dele e não de Yuuta. Então, obviamente, o Takara e o Yuuta não se dão bem, rendendo boas brigas na história. 

Graças a Yuuta, o romance entre Takara e Miyazawa dá uma guinada, então não é de todo mal sua aparição. Apesar de ser um pouco problemática pelo que acontece, mas não vou dar spoilers.

Vale a pena ler I’m Looking for a Serious Love?

Se você for maior de 18 anos e gostar de boys love, yaoi, é bem provável que goste desta história. O relacionamento entre os protagonistas é fofo, engraçado e, ao mesmo tempo, intenso. 

Os personagens secundários não têm grande destaque, aparecendo de vez em quando, mas têm bons momentos. Já os protagonistas, Miyazawa e Takara carregam tranquilamente a história, com personalidades que cativam logo de cara. 

Im Looking for a Serious Love
Imagem Divulgação

I’m Looking for a Serious Love é ótimo para quem quer uma história curta e rápida de ler, mas que é bem trabalhada do início ao fim — com poucas ressalvas ruins, que são recorrentes em mangás e animes do gênero.

Anúncio
REVIEW
I'm Looking for a Serious Love
Artigo anteriorTakagi-san ganha dois vídeos promocionais para aquecer o coração
Próximo artigoMcDonalds deu lanche de graça para as Armys
Graduada em Publicidade, com especialização em Produção de Conteúdo. Sou escritora, mas não termino nenhuma história. Adoro videogames, mas sou ruim em todos. Devo ter mais horas assistindo anime do que dormindo. Viciada em música, principalmente daquelas bandas que ninguém conhece. A esquisitona do rolê.