Dungeon Meshi | Clímax do enredo se aproxima

Anúncio

A “jaqueta” da capa do 11º volume compilado do mangá Dungeon Meshi (Delicious in Dungeon), escrito e ilustrado pelo mangaká Ryouko Kui, revelou que a obra está prestes a chegar ao clímax de seu enredo.

A notícia foi dada na última quarta-feira (15) e foi recebida com animação pelos fãs do mangá, que começaram a teorizar sobre o encerramento da história. Normalmente, quando o clímax de um mangá é divulgado, a tendência é de que o final também esteja se aproximando. Entretanto, nenhuma notícia oficial sobre a reta final do mangá foi anunciada.

Mais sobre Dungeon Meshī

A obra de Ryouko Kui começou a ser publicada em fevereiro de 2014. A responsável pela distribuição foi a editora japonesa Kadokawa, através da revista Harta.

O mangá, que faz muito sucesso entre o público adulto masculino japonês, obteve a 13ª posição no ranking de recomendações da revista japonesa Da Vinci, em 2015. Além disso, fez parte da lista de recomendações Kono Manga ga Sugoi! em 2016.

Ainda em 2016, a série de mangás de Kui recebeu indicação na premiação Manga Taisho Awards, tendo sido indicada novamente para o mesmo evento em 2019. No mesmo ano, a Trigger Studios produziu um comercial promocional para o lançamento do oitavo volume da obra. O vídeo tem duração de 30 segundos e pode ser conferido a seguir:

Anúncio

Sinopse: “O que você ganha quando atravessa aventuras em masmorras e mangás de comida? Você obtém o Delicioso no Calabouço, onde encontramos nossa trupe de aventureiros em uma missão para salvar seu membro perdido da equipe, enquanto descobrimos como sobreviver com a comida que o calabouço fornece. Quando o jovem aventureiro Laios e sua companhia são atacados e espancados por um dragão nas profundezas de uma masmorra, o grupo perde todo o seu dinheiro e provisões. Eles estão ansiosos para voltar ao assunto, mas há apenas um problema: se eles partirem sem comida ou moeda para falar, com certeza comerão no caminho! Mas Laios teve uma ideia brilhante: “Vamos comer os monstros!” Slimes, basiliscos, mímicos e até dragões … nenhum está livre do apetite desses gourmands rastejantes de masmorras!”

Anúncio