cells at work black
Cells At Work Black (Imagem Divulgação)

Hataraku Saibou BLACK (ou Cells At Work BLACK) é uma história alternativa do mangá Cells At Work, que ocorre dentro de um corpo de saúde precária (condições PRETAS), possivelmente o corpo de alguma estrela do rock durante a década de 80, já que o mangá mostra como as células e o corpo reagem ao cigarro, consumo de álcool excessivo, sexo e até mesmo a uma DST. E por tratar desses assuntos esse spin-off de Hataraku Saibou é um seinen.

Esse ensaio da biologia humana tem argumentos de Shimizu Akane e Issei Hatsuyoshi e desenho de Shigemitsu Harada. Hataraku Saibou BLACK mostra a decadência de um corpo então não se apegue demais a nenhuma célula e não espere ver plaquetas fofinhas.

Singaro dá Cãrse!

No primeiro capítulo somos apresentados ao Glóbulo Vermelho, hemácia, que acompanharemos durante o mangá, com direito a Gender Bender da obra principal. Diferente da narrativa principal, nesse mangá o Glóbulo Vermelho é representado com sendo do gênero masculino e o Glóbulo Branco com o gênero feminino.

Já podemos notar que tem algo diferente logo no começo, quando uma célula reclama que as entrega de oxigênio não estão sendo o suficiente. E confirmação acontece depois vemos descarte de colesterol nos vasos sanguíneos, hemácias intoxicadas por monóxido de carbono e pneumococos invadindo o corpo. É só tomar um xarope que passa.

Graças a isso temos algumas mortes de hemácias, uma delas representada de forma bem violenta, até que a Leucócito, Glóbulo Branco, sai de um duto de ventilação e salva o Glóbulo Vermelho, algumas coisas não mudam.

E o culpado pelo intoxicação por monóxido de carbono é o tabagismo, que atrapalha o funcionamento dos pulmões. Depois desse capitulo eu reafirmei comigo mesmo que não vale a pena fumar.

Beba com Moderação

O capítulo seguinte retrata o vício em álcool. Mostra como ele aumenta o fluxo sanguíneo e produz hormônios como serotonina e dopamina, responsáveis pela perda de tensão, por isso a pessoas ficam mais desinibidas quando bebem. Mas o capítulo foca principalmente no trabalho do fígado em quebrar e extrair esse álcool do sangue.

Só que o plot desse mangá é mostrar o corpo em estado crítico, assim temos um provável começo de insuficiência hepática e uma ressaca de brinde no final.

Ainda vale a pena citar a analogia usada, que retrata o fígado como uma boate, com direito a peitos de fora e uma cena bastante bizarra no final.

De Onde Vem os Bebês

Já pensou qual é o papel das hemácias durante uma ereção ou o ato sexual? Bem eu nunca pensei nisso, mas agora eu sei. Resumindo, o tecido erétil é preenchido com sangue e… bem… leiam vocês essa parte, eu não quero escrever sobre isso.

Mas já fica a advertência, o Glóbulo Vermelho solta umas frases que ficam com duplo sentido e fazem você achar que está lendo um mangá hentai.

O Fim está Próximo?

Ler Hataraku Saibou BLACK acabou sendo uma experiência bastante informativa, mas não tão divertida assim. Diferente do mangá principal que tem uma pegada de comédia, o BLACK não tem esses momentos engraçados, o que faz todo a sentido. Informações sérias sobre o que o cigarro e bebida fazem com o corpo seriam amenizadas ou perderiam o impacto se fossem distribuídas de forma cômica.

Então não se apegue a nenhum personagem, porque os eventos desta obra indicam a possibilidade de que termos um final triste. Sem querer parecer moralista, mas depois dessa leitura acho que eu nunca vou fumar ou beber.

cells at work black
Cells At Work Black (Imagem Divulgação)