Moon Jae-IN BTS
Imagem Divulgação
Anúncio

O presidente sul-coreano Moon Jae-in, nomeou na madrugada desta quarta-feira (21), o grupo de k-pop BTS como enviado especial para representar a diplomacia pública em eventos especiais.

RM, Jin, Suga, J-hope, Jimin, V e Jungkook foram escolhidos como “enviados presidenciais especiais para as gerações futuras e cultura”. Segundo os portais de notícia sul-coreanos, os membros do grupo representarão a Coreia do Sul em eventos importantes, como a 75ª Assembleia Geral da ONU, que acontecerá em setembro.

O intuito do governo é que o grupo transmita “mensagens de conforto e esperança aos jovens do mundo”. Além disso, eles também realizarão atividades relacionadas ao meio ambiente, melhorias nas questões de pobreza e desigualdade, e também a respeito da diversidade.

Em nota, o porta-voz do presidente, Park Suhyeon, disse que: “As atividades que o BTS, que tem espalhado esperança e energia positiva para as pessoas ao redor do mundo que estão exaustos da pandemia, contribuirão muito para melhorar o status nacional da Bandeira da Coreia do Sul”. 

Ainda na nota, a casa azul citou as conquistas do septeto com Permission to Dance e Butter, além de falar sobre as mensagens que são passadas nas letras das músicas e da linguagem de sinais usada na coreografia de Permission to Dance. Segundo o comunicado, as mensagens que o BTS tem passado em suas canções, tem relação com o que a Coreia do Sul quer mostrar ao mundo.

 

Anúncio
Anúncio