Anúncio

Bom, sempre quando ia à banca ver mangás, olhava aquela ediçãozinha de Black Bird encostada e solitária.

Ela ficou assim durante um bom tempo, até que um dia resolvi levá-la para a casa e descobrir o que tinha dentro daquela belezura.

Li os capítulos e simplesmente me apaixonei!

Do Enredo

black-bird-panini-capa
Black Bird #1 (Capa Divulgação, Panini)

Black Bird (Burakku Baad) é um mangá de Kanoko Sakurakoji, publicado no Japão em 2007, mas só chegou ao Brasil em 2010 pela Panini Comics com 18 volumes. A série tem um Drama CD, lançado pela Columbia Music Entertainment em 2009, além de uma light novel chamada ‘Black Bird – Missing’, de 2010.

A história trata sobre uma lenda de Youkais (uma classe de criaturas sobrenaturais do folclore japonês), onde consta que a cada 100 anos, nasce um ser humano com o poder de aumentar o poder daquelas criaturas. Já dá para imaginar quem é o ser humano da vez, não? Sim, a Misao!

Youkais de todo o japão vão atrás dela, mas por sorte Kyo – um Tengu, ele é do tipo bonito, arrogante, e também o antigo amor de Misao – aparece para defendê-la!

Anúncio

Recomendado!

No começo do primeiro capítulo, pode parecer que Misao é só mais uma garota desastrada e distraída, mas conforme você vai se aprofundando na trama, vai descobrindo os segredos atrás desse comportamento. O que mais me chamou a atenção foi a capa e os traços, que para mim são essências na escolha.

Black Bird é classificado como shoujo, mas contém cenas tensas de lutas e sangue, que satisfazem qualquer gosto!

Por Maria Caroline Coutinho

Anúncio