Trabalhar clichês em filmes de humor é algo perigoso e propenso a fracasso. Com a mudança do humor de tempos em tempos, filmes como Todo Mundo em Pânico e Espartalhões não funcionam como na época que foram lançados.

Confira também: A Menina Índigo | Review

O gênero de comédia têm sido colocado de lado pelas produtoras, obviamente porque alguma piada pode ofender algum indivíduo ou o humor será tão modificado que o filme ficará chato. É preciso inteligência e cuidado para fazer humor hoje em dia, o que de longe não foi pensado em Os Parças.

A Volta do Humor Pastelão

O filme conseguiu fazer algo inesperado, trouxe de volta o humor pastelão e forçado de filme da última década; piadas manjadas, velhas imitações e sem um pingo de roteiro bem escrito. Obviamente a ideia era fazer um filme nesse perfil, juntando velha geração de humoristas, com os novos que saíram do YouTube.

Chato, cansativo, ultrapassado, um tipo de humor totalmente descartável, a ponto de algumas pessoas terem dormido na sessão, foi de certa forma impressionante ver que em pleno 2017, ainda existe a ideia de escrever um roteiro desse. Pareceu até cópia de algum filme pastelão dos anos noventa. Essa fórmula está vencida a muito tempo, um erro gigante fazer um filme desse.

os parças
Os Parças (Pôster Divulgação)

Tom Cavalcante na ativa! 

Para dizer que ele não é ruim por completo, há poucas coisas que salvam, uma delas é ver o Tom Cavalcante de volta. O filme é a cara dele e para os saudosistas, ver o humorista trará lembranças do auge de sua carreira.

A outra é uma cena em particular onde colocam Tirulipa, Tom Cavalcante e Whindersson Nunes morando na mesma casa e passando uma mensagem bonita, a dificuldade que o nordestino têm para conseguir uma vida melhor em São Paulo.

Todos os problemas e preconceitos que eles passam, além de ficarem longe dos familiares, no meio de tanto humor sem graça, há um conceito legal.

Questionável

Os Parças é um filme bem monótono, fazendo as pessoas fazerem de tudo no meio do filme, menos assisti-lo.

É muito difícil encontrar algo que salve em uma “obra” dessa. Os humoristas só roubam a cena porque eles fazem papéis bem pastelões, tornando o filme uma verdadeira bagunça.

Colocando tudo em cheque e provando com todas as letra e números o fracasso que será, Os Parças parece não ter fôlego para um filme comercial e até mesmo engraçado.