Fala galera do SUCO! Vamos aqui com um TOP 5 especial de uma das franquias mais amadas do universo dos games, a de The Legend of Zelda. Com todo esse burburinho que anda rolando com a E3 deste ano – e com o novo título da franquia, Breath of the Wild – nada mais justo que indicar cinco títulos para vocês jogarem, enquanto a nova belezinha da Nintendo não sai.

Sem mais delongas, vamos ao que interessa:

 

05. A Link Between Worlds

Um dos mais recentes jogos da franquia e com cara de “remake/irmão” do clássico A Link to the Past do SNES, traz a nostalgia de volta de jogar no Light World, com uma dinâmica de empréstimos de itens para usá-los nos templos. Por sinal, A Link Between Worlds é bem desafiador e conta com um ótimo enredo.

04. Skyward Sword

Esse belíssimo jogo traz uma atmosfera mais adulta para o link, a mitologia é envolvente e o uso do Wii Remote Plus do console da Nintendo, é fundamental para o progresso, contribuindo para uma ótima jogabilidade, destacando os momentos de usar o gancho e as lutas contra os inimigos.

03. Ocarina of Time

Polêmica aqui! Muitos podem reclamar comigo (O #BELLAN já reclamou :P), mas Ocarina of Time fica com o bronze neste Top Suco! O jogo que alavancou a franquia no Nintendo 64, ainda é considerado desafiador e também acaba testando a sua paciência com a Navi e seus “hey listen”. Destaco a qualidade dos templos (quem aqui lembra o “da água?”), Epona e a trilha sonora marcante. Não é à toa que temos o port para Gamecube e o remake para o portátil Nintendo 3Ds.

02. Minish Cap

A prata vai para o jogo do GBA, Minish Cap,  que conta com um enredo engraçado, e ao mesmo tempo uma história densa e pesada. Existe templos que você facilmente perde horas para descobrir o que fazer e tem momentos que diminuir de tamanho e falar com seu chapéu mágico, pode ser um grande problema.

01. A Link to the Past

O ouro, ou melhor, os três medalhões (Bombos, Quake e Ether) vão para A Link to the Past. Quem aqui na época, nunca precisou deixar seu nome numa lista de três meses na locadora, para jogar apenas UM bendito fim de semana. Ele marcou minha infância com suas trilhas sonoras que ainda hoje estão presentes em todas as franquias. Talvez, não tão conhecido entre o povo mais jovem, mas este clássico do SNES é uma das raízes mais fortes dessa franquia maravilhosa!