Após um debute em 2007 seguido de um grave escândalo, um curto hiato e um triunfal retorno em 2010, a banda japonesa de rock ONE OK ROCK fascina não apenas pelo fato de terem superado todos esses acontecimentos, mas também por suas músicas que concedem o encanto para além do Japão.

Confira também: Versailles | Virtuosismo e estilo em apresentação no Carioca Club, em São Paulo

*Vale lembrar que o ONE OK ROCK se apresenta nesta sexta-feira (29), no Cine Jóia, na cidade de São Paulo. Estaremos por lá e na sequência traremos tudo sobre este tão aguardado show da Ambitious South America Tour 2017. 

Quase todos os ingressos já foram vendidos, e se quiser adquirir, só acessar o site da LIVEPASS.

Naihi Shinso pelo selo da ℗ A-Sketch Inc. (Imagem Divulgação)

O potencial que se mantém desde Naihi Shinso e Kanzen Kankaku Dreamer

Tendo a formação em 2005 e o debute em 2007 pelo selo da Amuse Inc, o ONE OK ROCK composto por Taka, Toru, Ryota e Tomoya, já demonstrava um grande potencial, isto é, o single de estréia Naihi Shinso por si só entrega um alternative rock de qualidade, mas o pontapé das tiragens de venda em 2010 (ano do retorno e lançamento do segundo single da banda) foi Kanzen Kankaku Dreamer que além das vendas, alcançou a 9° posição da parada Oricon.

Diante de todos os acontecimentos, o ONE OK ROCK manteve o potencial e trouxe canções ao nível de suas obras primas como Cry Out e The Way Back.

Ademais o ONE OK ROCK teve a faixa The Beggining utilizada como tema de encerramento do live-action de Rurouni Kenshin.

ONE OK ROCK para o mundo (da música)

Não é de se cogitar, mas especialmente dentro do showbiz, uma banda, um artista ou qualquer pessoa ligada a esse “mundo”, quando exposto a um escândalo acaba por ficar marcado (lembrando que nesse ambiente existe o termo figura pública) e isso acarreta em diversas coisas, dentre elas o cancelamento de um show, álbum, oportunidades de trabalho, tanto coletivo quanto solo e por aí vai.

O ONE OK ROCK conseguiu superar a maioria e como resultado, a banda é umas que mais tem participações especiais com outros artistas, por exemplo, só em seu mais recente álbum Ambitions, há a presença de Avril Lavigne e 5 Seconds of Summer, além disso, a cantora Aimer (EME) também possui canções em parceria com o ONE OK ROCK.

Ambições nos dias atuais

E agora? O que é o ONE OK ROCK hoje? Bom, atualmente a banda é umas das que mais fazem shows, como também é umas das mais conhecidas fora do país de origem. O antecessor de Ambitions, 35xxxv chegou a se manter em 1° lugar por semanas. No mais o ONE OK ROCK está consolidado no cenário musical.

Pode-se pensar que a qualidade das músicas cairia após o escândalo, bem como a banda não sobreviveria no cenário musical, porém, essas questões se tornaram águas passadas e o ONE OK ROCK mostrou ao Japão e ao mundo que persistência é um quesito importante na música.