Lançado em agosto, Observer (ou >observer_) é o mais novo jogo do Bloober Team, que ficou extremamente conhecida pelo seu jogo anterior, Layers of Fear, um terror psicológico que revolucionou os jogos indies do gênero na época do seu lançamento.

Confira também: Euphoria (Visual Novel) | Review

Em seu novo jogo nós vivemos uma experiência muito diferente de tudo que estamos acostumados, o jogo é uma mistura de Blade Runner com Eu, Robô, em um clima cyberpunk de mistério e investigação que pretende explorar alguns dos maiores medos humanos: o de ter sua identidade perdida, ter seus pensamentos invadidos, e de ser esquecido.

Com mais de 84% de avaliações positivas o jogo foi considerado como um sucesso!

E se seus medos fossem hackeados?

Disponível para compra direta na Steam (a qual adquirimos), o valor de R$ 55,99 foi considerado adequado para o conteúdo do jogo, que teve sua interface e legendas traduzidas em cinco idiomas, inclusive o português!

Ele também inclui 19 conquistas para serem desbloqueadas e garantiram quase 8 horas de jogo intenso e múltiplos finais.

A trama gira em torno do detetive Daniel Lazarski, que em 2084 é um profissional de elite chamado de Observador, entre suas habilidades está a de hackear e invadir mentes de diferentes pessoas, a fim de desvendar crimes. Tudo muda quando seu filho desaparecido manda uma mensagem e envia o detetive para uma cena de assassinato.

Ciborgues são só o início nessa mistura tempestuosa de terror e tecnologia, muitos mecanismos são explorados nesse jogo, e muitas vezes nos perguntamos se estamos em um suspense policial, ou em uma luta de vida ou morte.

Sanguinolência típica cyberpunk

Esteticamente o jogo é maravilhoso, com cenários bem desenvolvidos, tudo muito bem detalhado e acabado, porém, deve-se citar que o excesso de elementos na tela às vezes se torna um empecilho, mais de uma vez eu me vi perdida na interface por ela ser poluída demais.

Observer também foi classificado como violento, e há cenas realmente sanguinolentas, porém, o aspecto cyerpunk constante do jogo acaba não gerando grande impacto nessas mesmas cenas, o que não se perde nada na qualidade do jogo, a história e o terror psicológico envolvente chocam muito mais do que sangue e tripas.

O começo meio lento e com cara de tutorial também é logo superado, se o inicio do jogo parecer maçante e devagar – aguarde – pois a partir do momento que o ritmo é criado, o envolvimento na trama faz seu trabalho e cria o efeito viciante.

Se você é fã de terror e adora o estilo cyberpunk é OBRIGAÇÃO conferir Observer, a experiência é única e ainda vai dar o que falar por muito tempo.

Observer está disponível para PC, PS4 e Xbox One. Confira o SITE OFICIAL.

REVIEW GERAL
Observer
COMPARTILHAR
Artigo anteriorPower Rangers | Sequência de live-action pode não acontecer
Próximo artigoConcorra a 30 keys de Black Desert Online!
Doka

Bibliotecária, especialista em conservação de histórias em quadrinhos, pesquisadora na área de educação, princesa da Disney e apaixonada por Sailor Moon a mais de 20 anos.