Um filme como O Destino de uma Nação não leva muito público por falar de política, pois é muito parado, cheio de diálogo e zero de ação.

Confira também: Thelma | Review

O que faz as pessoas irem assistir um filmes desses no cinema é a parte histórica que ele conta, e se tiver um roteiro bem feito e grandes atuações, certeza de grande sucesso de bilheteria – o que irá acontecer provavelmente.

Mas envolver humor em um filme desses pode estragar o filme, certo? Errado!

Gary Oldman em O Destino de uma Nação (Imagem Divulgação)

Quem foi Churchill?

Para aquele que não conhece, Winston Churchill foi eleito o primeiro ministro da Inglaterra em meio a Segunda Guerra Mundial. Ele resistiu ao ataque alemão com fortes discursos de luta e patriotismo, fazendo com que a Alemanha abandonasse essa ideia e partir para cima da URSS.

Churchill é o papel de Gary Oldman, fazendo um primeiro ministro arrogante, frio e engraçado, ele é o protagonista e o alívio cômico do filme. Sua atuação foi perfeita, digna de uma indicação ao Oscar e, porque não, a conquista dele, muito mais que merecido., sendo fantástico no decorrer de todo o filme.

lilly james o destino de uma nação
Lilly James em O Destino de uma Nação (Imagem Divulgação)
ben mendelsohn o destino de uma nação
Ben Mendelsohn em O Destino de uma Nação (Imagem Divulgação)

Política

Como dito, um filme onde assunto é política, dificilmente leva público, mas o não é só isso. Onde os diálogos são bem amarrados, ele é divertido, não a ponto de ser um blockbuster, mas o bastante para quebrar toda a tensão que corre durante o filme.

O que vale ressaltar também é que para aqueles que não conhecem a história de Churchill, poderá entender em O Destino de uma Nação o porquê ele é colocado como um mito, indo contra o próprio partido, resistindo ao que seria um massacre sem tamanho.

O interessante é que tudo o que Churchill fez foi discursar, a ponto de fazer Hitler temer. Deixando de lado as comparações com o livro de Anthony McCarten (compre AQUI), o filme é uma obra prima.

Kristin Scott Thomas destino de uma nação
Kristin Scott Thomas em O Destino de uma Nação (Imagem Divulgação)

Dê um Oscar ao Gary Oldman

Tudo é claramente mostrado no filme dirigido por Joe Wright, muito bem amarrado e ainda consegue ser divertido.

Com uma linguagem muito além de uma comédia, é para dar uma surra em muito filme já feito; parece estranho, mas fazer um filme sério onde têm mais alívio cômico que o normal, foi o grande marco de O Destino de uma Nação, e claramente um dos responsáveis é o indicado ao Oscar, Gary Oldman – e provável ganhador da estatueta de Melhor Ator.

o destino de uma nação poster
O Destino de uma Nação (Pôster Divulgação)
REVIEW GERAL
O Destino de uma Nação
COMPARTILHAR
Artigo anteriorInjustice 2 | Magia já está disponível – confira suas habilidades!
Próximo artigoNouver, o Dragão do Deserto, pousa em Black Desert Online
Baraldi

Editor, escritor, gamer e cinéfilo, aquele que troca sombra e água fresca por Netflix e x-burger. De boísta total sobre filmes e quadrinhos, pois nerd que é nerd, não recusa filme ruim. Vida longa e próspera e que a força esteja com vocês.